sábado, 30 de junho de 2012

Receita de Picolé de Leite Condensado

Receita de Picolé de Leite Condensado

                                                      Fonte da imagem: economia.estadao.com.br
rápido, fácil e gostoso ;-)

Ingredientes

- 2 latas de leite condensado cozido 30 minutos em panela de pressão
- 3 xíc. de leite.

Preparo
 
Bata tudo no liqüidificador, coloque na forma de picolé e leve ao freezer.
Se quiser,  pode banhar no chocolate branco, misturar nozes moídas, coco ralado ou amendoim torrado e moído.
Pronto!

Receita de Picolé de Chocolate

Receita de Picolé de Chocolate

                                          Fonte da imagem: finamac.com.br
muito bom!!

Esse é um picolé campeão! Sempre entre os 3 mais pedidos ;-)

Ingredientes

- 2 latas de leite condensado
- 7 copos de leite
- 6 colh. (sopa) de chocolate em pó
- 2 colh. (sobremesa) de araruta (ou polvilho doce)
- 2 colh. (chá) de baunilha
 
Preparo

Misture o leite condensado + leite + baunilha e leve ao fogo brando. 
Dissolva o chocolate em pó + araruta em um copo de leite
Adicione na panela assim que ferver
Mexa rapidamente até engrossar usando colher de pau.
Deixe esfriar, coloque na picoleteira e leve ao freezer.
Se quiser pode banhar no chocolate depois de congelado ;-)
Pronto!

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Receita de Picolé de Frutas Variadas com Água

Receita de Picolé de Frutas Variadas com Água

Fonte da imagem: revistacasaejardim.globo.com
muito bom!

Picolé é tudo de bom ;-) e pode ser feito com adoçante para ficar mais magrinho !
Esse é um guia-base das proporções para fazer picolés de frutas com água.
Mas lembre-se que quem manda é o freguês, e se achar que precisa colocar mais ou menos de alguma coisa, sinta-se à vontade!
O importante é seguir a proporção da quantidade de araruta com o volume final de líquido ;-)

Ingredientes

- 1 litro de água filtrada
- 1 colh. (sopa) de araruta (ou polvilho doce)
- 250g de açúcar (ou menos - a gosto)
- 1 e 1/2 xíc. de suco concentrado (laranja, abacaxi, manga, tangerina, uva, caju)
ou (1xíc. de suco concentrado se for de maracujá)
ou (1/2 xíc. de suco natural de limão)
ou faça com suco natural, lembrando que o volume final (suco+água = 1,2 litro), no caso, mais suco do que água.
se quiser pode colocar pedacinhos de frutas, mas eles vão ficar acumulados na ponta do picolé...

Preparo

Misture bem o suco de frutas + água + araruta + açúcar.
Leve ao fogo e mexa sempre até engrossar.
Deixe esfriar, coloque na forminha de picolé e leve ao freezer.
Quando estiver endurecendo coloque os palitos.
Se quiser, pode desenformá-los (passe um pouco de água morna na bundinha da forma), e colocar em saquinhos... daí pode usar a forminha para fazer mais picolés ;-)

Obs: A araruta entra como estabilizante no sorvete para não ficar puro gelo no final.
Pronto!

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Receita de Sorvete de Cerveja

Receita de Sorvete de Cerveja

                                          Fonte da imagem: caixapretta.com.br

muito bom!!

E por que não?
Unir uma paixão nacional, praticamente mundial ao puro creme estupidamente gelado, que nos encanta especialmente nos dias mais quentes.... imagina tomar um sorvete de cerveja na beira da praia ;-)
Essa é uma receita de quantidade modesta, mas que pode ser multiplicada várias vezes sem problemas...

Ingredientes

- 5 colh. (sopa) de açúcar (60g)
- 2 gemas de ovos (40g)
- 240ml de leite integral
- 1/2 xíc. de creme de leite fresco (100ml)
- 350ml de cerveja escura

Preparo

Coloque a cerveja escura em uma panela e evapore em fogo baixo para concentrar, até que reste somente 50ml (1/4 xíc). Reserve.
Enquanto isso, bata as gemas com o açúcar até clarear e dobrar de volume. Reserve.
Em uma panela, aqueça o leite + creme de leite fresco.
Coloque um pouquinho dessa mistura nas gemas batidas. (isso tempera as gemas para não talhar no fogo)
Agora adicione as gemas temperadas no resto da mistura de leite da panela.
Mexa sempre, até que o creme comece a dar uma engrossadinha, de maneira que cubra as costas da colher e quando passar o dedo a marca não escorra. Esse é o chamado creme inglês.
Retire do fogo e junte a cerveja reduzida (já evaporada).
Misture bem e coloque em um recipiente plano fundinho.
Leve ao freezer.

Com máquina de sorvete
Coloque na máquina de sorvete seguindo as instruções de uso.

Sem máquina de sorvete
Fique de olho no sorvete que está congelando.
Quando ele estiver quase congelado, mas não duro, retire e bata na batedeira.
Volte o pote ao freezer.
Repita essa operação mais uma vez.
Quando o sorvete congelar certinho, pode comer ;-)
Pronto!

Receita de Sorvete de Pétalas de Rosas

Receita de Sorvete de Pétalas de Rosas

                                         Fonte da imagem: flickr.com
muito bom!!!

E aqui vai a primeira receita do nosso "Festival de Sorvetes e Picolés"!
Essa é uma receita originalíssima e que vai dar um toque especial e sofisticado onde quer que você sirva ;-)
E estamos dispondo a receita em primeira mão ;-)
A geléia de pétalas de rosas pode ser comprada em lojas de produtos sírios, libaneses, árabes, indianos... ou, se preferir, pode fazer a nossa receita que você encontra AQUI.

Ingredientes

- 2 xíc. de leite integral
- 2 xíc. de creme de leite fresco (do líquido)
- 4 gemas grandes
- 5 colh. (sopa) de geléia de pétalas de rosas
- 1/4 de xíc. de açúcar
- 1 colh. (chá) de extrato de baunilha 
- 1 colh. (sopa) de água de rosas (opcional mas eu recomendo, para dar fragrância)
- 1/2 xíc. de amêndoas picadas grande
 
Preparo

Aqueça o leite + creme de leite fresco em uma panela, por alguns minutos, mas logo ANTES do ponto de fervura (senão talha).  Reserve.
Bata as gemas + açúcar + extrato de baunilha, até clarear e dobrar de volume (ganache).
Agora, coloque o creme de gemas com a mistura da panela, mexendo sempre para os ovos não talharem.
Coloque no fogo bem baixinho e continue misturando até o creme engrossar.
Retire do fogo e adicione a geléia de pétalas de rosas + água de rosas.
Misture e deixe descansar por15~20 minutos e então coloque a massa num recipiente plano de 5-10cm de altura e bote no freezer até esfriar completamente.

Com máquina de sorvete
Depois de algumas horas, coloque a mistura na máquina de sorvete (se for usá-la) e siga as instruções do fabricante. Coloque as amêndoas nos últimos 5 minutos quando o sorvete está quase pronto.

Sem máquina de sorvete
Se você não tem uma máquina de sorvete (como eu..rsrs), coloque o recipiente com a massa de sorvete no freezer e fique de olho.
Em algumas horas, logo ANTES do sorvete endurecer, retire e bata na batedeira.
Coloque novamente no freezer e repita a operação. Dessa vez, misturando as amêndoas antes de congelar.
Esse processo pode demorar um pouco mais do que usar a máquina de sorvete, mas o resultado é bem parecido, senão igual.
Pronto!

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Receita de Geléia de Pétalas de Rosas

Receita de Geléia de Pétalas de Rosas

                                                       Fonte da imagem: joannasfood.blogspot.co.uk

muito bom!!!

        O consumo de rosas como alimento, remédio e cosméticos vem de longa data, e a sua origem se dá junto ao berço das primeiras rosas, na região da pérsia (hoje Iran).
        A sua fama se espalhou junto com os seus arbustos, do Oriente Médio, Pérsia, indo para a Índia, Turquia, Grécia, Balcãs(na culinária, cosméticos, medicina), China (aromatizando chás) e também indo para a Europa, se tornando muito popular o consumo na culinária  da Polônia, França e Reino Unido.
        Hoje, o uso das rosas ocupa o lugar na cozinha tradicional de vários países.

                                                       Fonte da imagem: joannasfood.blogspot.co.uk

        Médicos adeptos da medicina Ayurveda usam rosas no tratamento do desbalanço hormonal, que causa amenorréia (ausência de menstruação), bem como tratamento para enxaquecas e dores de cabeça, perda de visão, dores de garganta, e também como tratamento da parte emocional - tratando nervosismo, ansiedade e depressão.
        Em resumo, vamos ser felizes e comer bastante geléia de rosas para pular de alegria, diminuir o stress e a hipertensão ;-)

Para que seja apta ao consumo, é importantíssimo que as pétalas venham de rosas que não tenham sido borrifadas com agrotóxicos e coisas do tipo..
Quanto mais cheirosas as rosas, melhor é a geléia, por isso eu recomendo usar, se possível, aquelas rosinhas bravas (selvagens) de pétalas dobradas.. que são muito cheirosas.
A cor da sua geléia vai depender da cor das pétalas que você usar... misturar tipos de rosas/cores diferentes não tem problema.

Fonte da imagem: joannasfood.blogspot.co.uk

Ingredientes

- 1 pote de 1 litro cheios de pétalas de rosas
- 1 litro de água
- 1 kg de açúcar
- suco de 2 limões

Preparo

Em uma panela, coloque a água + pétalas e ferva por 15 minutos.
Deixe o líquido esfriar.
O líquido vai ficar com uma cor amarronzada feinha.
Eu gosto da geléia com as pétalas, mas se você não quiser, coe agora.
Depois de frio, adicione o suco de limão e mexa: SURPRESA!
O líquido vai ficar um cor-de-rosa bem bonito.
Junte o açúcar e leve ao fogo mexendo sempre, por uns 10 minutos (daí está no ponto).
(se quiser pode usar um termômetro culinário)
Deixe esfriar a geléia e pode colocar em potinhos.
Você vai se sentir como se estivesse envasilhando o cheiro fresco da manhã...
Se quiser armazenar por mais tempo, recomendo esterilizar os potes e substituir metade do suco de limão por ácido cítrico, que conserva por mais tempo.
Pronto!

PS: é ótima pra comer de colher, passar em torradinhas, usar como base para outras receitas (vou postar no futuro), e muito mais ;-)

                                          Fonte da imagem: spicelines.com



quarta-feira, 20 de junho de 2012

Receita de Żurek ( Sopa Polonesa de Centeio com Defumados)

Receita de Żurek ( Sopa Polonesa de Centeio com Defumados)

                                                           Fonte da imagem: winiary.pl
muito bom!

O Żurek ou Żur é uma sopa tradicional da Polônia, feita com um caldo à base de centeio levedado (azedinho) e/ou salsichão, bacon e presunto defumado, frequentemente também com batatas e um ovo cozido (preferencialmente ovo de codorna)...
Em algumas regiões eles também colocam creme de leite azedo e cogumelos na sopa, ela é preparada de várias formas, mas sempre com o caldo de centeio... e geralmente é servida dentro de um pão redondo sem o miolo, como se fosse uma cumbuca.
Ela é uma das estrelas da páscoa, mas também é muito apreciada em qualquer época do ano.
Dizem que é uma boa cura para ressacas :-D

Esse caldo fermentado de centeio, hoje em dia, pode ser encontrado para vender pronto, em garrafinhas ou em caixinhas longa vida.. mas mesmo assim os tradicionais preferem fazer esse caldo em casa, que dizem que fica muito mais gostoso.. E aí vai uma receita polonesa originalíssima:

Ingredientes

Caldo base de centeio ("Zakwas")

-3 xíc. de farinha de centeio 
- 1 pedaço pequeno de casca de pão de centeio 
- 2 dentes de alho em metades
- 2 xíc. de água morna

Coloque os ingredientes em um pote e misture bem.
Cubra o pote com um pedaço de tecido limpo.
Deixe o pote descansar em um lugar morno (sem sol batendo) por 4-5 dias.
No segundo dia pode dar uma misturada com uma colher.
Se formar mofo na superfície, remova antes de usar o zakwas.
Descarte a casca de pão e o alho antes de usar.
Se não for usar de imediato, pode vedar o pote e deixar na geladeira por algumas semanas.

Sopa

- 2 xíc. de caldo base de centeio (zakwas)
- 300g de salsichão branco picado (ou simplesmente salsichão)
- (pode substituir parte por costelinha de porco defumada)
- 500g de toucinho defumado (bacon) picado
- 1 cebola picada
- 2 dentes de alho picados
- 1/2 xíc. de creme azedo (smetana - pode substituir por crème fraîche ou iogurte natural)
- 1 colh. (sopa) de farinha
- 1 folha de louro
- 5 graõs de pimenta-do-reino preta
- 2 pitadas de tempero completo
- 1 colh. (sopa) de manjerona (opcional)
- batatas cozidas em pedaços
- ovos cozidos firmes (de codorna melhor), cortados ao meio de comprido
- sal a gosto no final, se necessário

Preparo

Frite o bacon, adicione a cebola + alho + salsichão.
Frite um pouco mais.
Coloque 3 xíc. de água fervente + louro + pimenta + tempero completo.
Cozinhe por 20minutos. 
Coloque o caldo de centeio (zakwas).
Misture o creme azedo com a farinha e adicione na sopa com a manjerona.
Misture bem e deixe ferver.
Você pode adicionar a batata cozida em pedaços e os ovos cozidos ao meio.
Se quiser, pegue um pão redondo, corte uma tampinha redonda em cima e retire
o miolo com cuidado para não fazer buraco (como se fosse uma abóbora moranga para bobó).
Coloque a sopa dentro do pão e sirva.
Pronto! 

terça-feira, 19 de junho de 2012

Receita de Phở Gà (Sopa Vietnamita de Frango com Macarrão)

Receita de Phở Gà (Sopa Vietnamita de Frango com Macarrão)

                                                       Fonte da imagem: myopera.com
muito bom!

A cozinha tradicional vietnamita é muito admirada pelos seus ingredientes frescos, uso mínimo de óleo, e conta com ervas e vegetais.
A comida do Vietnam é frequentemente considerada como uma das cozinhas mais saudáveis do mundo.
Ingredientes comuns incluem molho de peixe, pasta de camarão, molho de soja, arroz, ervas frescas, frutas e vegetais. As receitas usam erva-cidreira (capim limão), hortelã, menta do Vietnam,cebolinha, coentro e folhas de manjericão tailandês. As carnes mais comuns usadas nessa cozinha são peixe, frango, porco, boi e vários tipos de frutos do mar. Os vietnamitas também tem uma tradição vegetariana forte, influenciada pelos valores budistas.
O princípio do YIN e YANG é aplicado na composição da refeição de maneira que fornece um balanço que é benéfico para o corpo. Enquanto o contraste de textura e sabores é importante, o principal primariamente diz respeito às propriedades "quentes" e "frias" dos ingredientes. Alguns pratos são servidos nas suas estações do ano respectivas para dar contrastes na temperatura e temperos da comida e do ambiente.
Todos os pratos, exceto as tigelas de arroz, são comunitários e são para serem compartilhados no meio da mesa. Também é costume para os mais jovens pedirem aos mais velhos para comerem primeiro e as mulheres se sentam próximas ao pote de arroz para servi-lo a outras pessoas. Eles também pegam comida uns para os outros como uma ação de carinho.

E agora vamos à receita de uma das mais tradicionais sopas do Vietnam, e que, acreditem, eles comem bastante no café da manhã :-)
Phở Gà é praticamente um consomé de frango (caldo transparente)bem gostoso, com um macarrão de arroz e pedaços de frango em fatias. Coloca-se uma porção de vegetais banhados por esse caldo, e uma porção extra desses "pertences" ao lado em uma travessa para ir adicionando aos poucos se quiser, como  nas sopas do estilo japonês... as especiarias variam dependendo da receita, mas coloquei uma universal aqui.

Ingredientes

- 1 frango (~2,5 kg)
- 1 kg de carcaça de frango ou pescoço de frango
- 4L de água fria
- 30g de gengibre fresco ralado
- 4 dentes de alho picados
- 2 colh. (chá) de sal
- 250g de macarrão de arroz vermicelli (macarrão para pho)
- 2 metades de peito de frango cozidos e cortados em fatias fininhas (use o do frango que vai cozinhar)
- 8~12 raminhos de coentro fresco, para guarnição
- 4~8 raminhos de manjericão fresco, para guarnição
- 4 raminhos de menta fresca, para guarnição
- 2 xíc. de broto de feijão fresco, para guarnição
- 2 limões cortados em 4 de comprido, para guarnição
- 2~3 pimentas jalapeño ou tailandesa cortadas em rodelas, para guarnição (opcional)
- molho de peixe e/ou pimenta sriracha, para servir

Preparo

Corte o frango em 8 pedaços e descarte qualquer excesso de gordura.
Lavar os ossos de frango e pescoço com água fria e coloque em uma panela.
Adicione a água e o gengibre e deixe ferver.
Retire qualquer espuma que sobe para a superfície.
Diminua o fogo e cozinhe por 3 horas, não deixe o líquido ferver para garantir um caldo claro (consomé).
Remova e descarte o frango (use o peito para cortar em fatias) e ossos.
Coe o caldo através de uma malha fina peneira ou chinois forradas com tecido voal .
Retornar o caldo para uma panela grande e continuar a ferver até reduzir para um volume de 2.5~ 3 litros.
Tempere com sal a gosto, e mantenha quente enquanto você junta os ingredientes restantes.
Prepare o vermicelli de arroz de acordo com as instruções da embalagem.
Uma vez feito, transfira para um escorredor e escorra bem.
Enxágüe bem sob água corrente fria. Escorra bem antes de usar. 
(O macarrão pode ser preparado até 2 horas antes de servir.)
Quando estiver pronto para servir a sopa, para cada porção coloque 2 xícaras do caldo quente em uma tigela grande de sopa.
Rapidamente mergulhe o macarrão cozido no caldo restante quente para reaquecer,
em seguida, coloque um punhado de macarrão em cada tigela.
Divida as fatias de peito de frango entre as tigelas, colocando as fatias por cima do macarrão.
Sirva a sopa imediatamente, com o coentro, manjericão, menta, broto de feijão ,
fatias de limão e pimenta jalapeño em uma travessa sobre a mesa para que cada pessoa
possa juntar na sua própria sopa, conforme desejado.
Adicionar molho de pimenta ou molho de peixe a gosto, se desejar.
Pronto!

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Receita e História de Lokum de Romã com Pistaches (Turkish Delight) ou Deleite Turco

Receita e História de Lokum de Romã com Pistaches (Turkish Delight) ou Deleite Turco

muito bom!!!

História do Lokum

A história da criação do Turkish Delight (lokum) começa no final de 1700, quando Ali Muhiddin Hacı Bekir, confeiteiro da corte imperial em Istambul , ouve o discurso retórico do sultão:
"Doce Duro! Estou cansado de doces duros!" O sultão relembrou como ele rachou um dente no outro dia com uma bala azedinha. "Eu exijo doce macio!"
Ali Muhiddin Hacı Bekir tinha vindo para a capital imperial de Istambul a partir da Anatólia cidade montanhosa de Kastamonu no final de 1700 para ouvir um pedido de seu imperador.
O seu homem da montanha ficou vermelho como um peru !  Seu rosto ficou triste com convicção!  Ele se pôs com determinação!  Ele estava indo tomar uma ação corajosa e decisiva!
Ele marchou para a sua cozinha de confeiteiro e pensou em uma receita : ele misturou de água, açúcar, amido de milho, creme tártaro e água de rosas, cozinhou, derramou a mistura em uma panela plana alisado com óleo de amêndoas, e deixou esfriar. Então ele jogou açúcar de confeiteiro, cortou em pequenos pedaços e ... com sua mão trêmula, os olhos brilhantes com a antecipação, a sua mente cheia de trepidação, os lábios trêmulos para receber o doce, mordeu!
O quê? Sem crocância de doce esmagado por seus poderosos maxilares alpinos?  Sem chuva de estilhaços açucarados espalhando-se através de sua cavidade oral? Por que, este novo doce era suave e fácil de mastigar, um prazer, um deleite para o paladar e os dentes! Foi ... foi ... um bocado confortável!

Fonte da imagem: 3.bp.blogspot.com

Rahat lokum ("pedaço confortável"), hoje chamado Delight simplesmente, lokum ou turco, foi um sucesso instantâneo, especialmente no palácio. Ali Muhiddin se tornou uma celebridade durante a noite como "persona" do palácio (ou, comumente, como os seus lacaios e roedores) se arrastando monta abaixo do Topkapi Palace para Eminönü no Chifre de Ouro para comprar caixas de Pedaços confortáveis ​​para emocionar os paladares otomanos potencialmente cansados​.
Lokum foi introduzido na Europa Ocidental no século 19. Um bretão desconhecido virou um fã dos docinhos durante as suas viagens para Istambul e comprou várias caixas e mandou para a Grã-Bretanha com o nome de Turkish delight. Mesmo sendo feito de poucos e simples ingredientes, os fabricantes da europa ocidental não conseguiam reproduzir os docinhos com a mesma consistência.. por isso.. até conseguirem decifrar a receita, a europa ocidental ficou refém dos turcos para comprar os docinhos umas boas e longas décadas..rsrs
Você ainda pode comprar na loja lokum Ali Muhiddin em Eminönü hoje, quase 250 anos desde que o confeiteiro intrépido salvou seu sultão das balinhas azedas. É sobre Hamidiye Caddesi na esquina da Seyhülislam Hayri Efendi Caddesi, a dois quarteirões a leste da Cami Yeni (Mesquita Nova).
Ao longo dos séculos os descendentes de Ali Muhiddin (a loja ainda é propriedade da família) brincava com a receita, acrescentando coisas boas, como nozes, pistache, laranjas, amêndoas, creme de leite e é claro, chocolate.  (No entanto, o original simples de água de rosas  ainda é o favorito.)
Lokum (Turkish Delight) agora é feito e vendido em milhares de lojas em toda a Turquia, e apreciado com chá turco ou café , ou apenas por si mesmo.  Um lugar favorito para comprar é Afyon , onde o creme local rico coagulado é usado para fazer lokum Kaymaklı.
Agora você pode fazer seu próprio deleite turco em casa!!!
Como dito antes, existem vários tipos de lokum... aqui eu vou passar em primeira mão para vocês o lokum de romã com pistaches, que na minha opinião é um dos mais gostosos (o dos mais caros que eles vendem)... a receita não foi nada fácil de encontrar... demora um pouco pra fazer mas vale a pena ;-)

Recomendo seriamente ter um termômetro para doces, senão não garanto que a consistência do doce vai ficar correta... e é bom fazer tudo com colher de pau..

Ingredientes

- 1 e 3/4 xíc. de água
- 2/3 xíc. de suco de romã fresco (abre a romã na horizontal e espreme o suco)
- 2 xíc. de açúcar
- 1/2 xíc. de amido de milho
- 1/2 colh. (chá) de creme tártaro
- 1/2 xíc. de pistaches sem sal e sem pele (é melhor, vale a pena tirar a pele)
- 1/2 col. (sopa) de limão
- amido de milho e açúcar de confeiteiro para polvilhar

Preparo

Você vai precisar de 2 panelas: 1 para o grude e outra para a calda.
Na panela do grude: coloque 1 xíc. de água + suco de romã + amido de milho + creme tártaro + limão.
Misture bem e leve ao fogo baixo misturando sempre até ficar bem grosso e transparente (vai praticamente virar uma bola que se vira inteira na panela).
Reserve.
Na panela da calda: coloque 3/4 xíc. de água + 2 xíc. de açúcar.
Leve ao fogo médio alto mexendo sempre até atingir uma temperatura de 127C (ou 260F) que é equivalente a aproximadamente 15 minutos virando no fogo.
Retire brevemente do fogo e junte o grude.
Volte para o fogo bem baixinho, mexendo até ficar homogêneo.
Quando estiver homogêneo, junte os pistaches :-D
Coloca em fogo médio e vai mexendo sem parar durante uns 45-60 minutos (se não fizer isso vira uma porcaria).
O doce vai ficando consistente e difícil de virar.. tem que ter um braço bom..rs
Daí retira do fogo e espalha o doce em uma forma BEM untada com óleo (se for de amêndoa melhor.. mas pode ser o normal de cozinha).
Quando o doce esfriar, pode colocar na geladeira pra pegar o ponto mais rápido, ou deixar descansando da noite para o dia na forma ao ar livre mesmo.
Corte em cubos de aprox. 3cm x 3cm e passe em uma mistura de açúcar de confeiteiro e amido de milho (eu prefiro cortar em tiras longas e passar só amido de milho... quando quiser comer é fácil cortar em pedaços com uma tesoura). Passar essa mistura em volta é importante, senão o doce gruda em tudo... tb pode ao invés disso passar no coco ralado ou em pistache, amendoa, nozes moídas.
Pronto!
Pode comer!


quarta-feira, 6 de junho de 2012

Receita de Cenoura Russa à Moda Coreana

Receita de Cenoura Russa à Moda Coreana (Морковка по-Корейски)

                                          Fonte da imagem: flickr.com

                                                                                                muito boa!!

Essa cenoura semi-conserva é uma entradinha típica 100% russa, que de coreana não tem nada...heheh Simplesmente é o nome que deram para ela, porque de certo como é cortada em tirinhas finas, alguém achou que parecia comida asiática...rs
Depois de provar não duvido nada que qualquer um vire adepto... ela é muito gostosa, barata e fácil de fazer ;-)
Geralmente os russos fazem ela em boa quantidade e colocam em um vidro fechado dentro da geladeira.. que pode tranquilamente durar a semana inteira. Quanto mais tempo ela descansar, mais vai pegar o gosto do tempero.. ela vai muito bem de salada e não parece muito com gosto de cenoura "CENOURA" que tem gente que não gosta.. eu RECOMENDO ;-)

Ingredientes

- 3 cenouras grandes
- 3 dentes de alho picados
- ½ colh. (chá) de sal 
- 1 colh. (sopa) de açúcar
- ¼ colh. (chá) de pimenta vermelha seca moída (ou a gosto)
- 1/5  colh. (chá) de pimenta do reino preta moída
- ¼ colh. (chá) de coentro moído (as bolinhas)
- 2~3 colh. (sopa) de vinagre de vinho branco
- 5 colh. (sopa) de óleo

Preparo

- Corte a cenoura em tirinhas finas (eu uso um instrumento que parece descascador de batatas, mas tem dentinhos, daí já sai em tirinhas compridas.. mas existem outros raladores que fazem parecido).
- Adicione o sal + pimentas + vinagre + açúcar + coentro e misture bem.
- Esquente o óleo em uma frigideira (não ferver) e jogue o alho picadinho.
- Assim que o alho estiver douradinho, junte a cenoura, dê uma mexida para misturar e já retire do fogo.
- Coloque em um pote de vidro fechado e leve à geladeira.


O ideal é esperar até o dia seguinte para fixar bem o gosto dos temperos, mas se quiser assim que já estiver geladinho pode comer ;-)
Pronto!
                                          Fonte da imagem: dancor.sumy.ua
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...