quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Receita de Chocolate ao Leite Caseiro

Receita de Chocolate ao Leite Caseiro

Fonte da imagem: ceplac.gov.br
muito bom!!

E quem não gosta de chocolate? É difícil de achar alguém que não goste!
Rico em antioxidantes, especialmente se for chocolate meio amargo ou cacau em pó, essa delícia nos deixa mais felizes porque estimula a liberação de serotonina, além de ajudar a controlar a pressão alta :-)
E você já pensou em fazer o seu próprio chocolate? é.. a partir do zero, um chocolate só seu, que ninguém vai encontrar igual! Vamos lá! é mais fácil do que você pensa ;-)

Ingredientes

- 1 kg de sementes (amêndoas) secas de cacau
- 2 kg de açúcar
- 2 L de leite fresco

Preparo


Coloque as amêndoas numa assadeira ou panela e leve ao fogo baixo para torrar. 
Mexa constantemente com uma colher de teflon ou de pau, até apresentar suaves estalos;
Aperte as amêndoas entre os dedos verificando se a casca sai facilmente. Se sair, retire do fogo e descasque todo o cacau torrado;
Passe o cacau torrado e descascado num moinho doméstico, multiprocessador ou liquidificador;
Junte ao cacau moído 2 Kg de açúcar e 2 litros de leite fresco;
No caso do uso do liquidificador, junte ao cacau descascado os 2 litros de leite e bata por 10 minutos. Acrescente o açúcar.
PS: Se desejar um chocolate mais fino, passe a mistura (cacau, leite e açúcar) em uma peneira fina de nylon, após dissolver bem em fogo brando.
Leve a mistura ao fogo médio, mexendo sem parar até a massa soltar completamente do fundo da panela. Apague o fogo e continue mexendo de 3 a 5 minutos.

Chocolate em Tabletes

Despeje a massa numa assadeira untada com manteiga. Deixe esfriar um pouco e corte em tabletes no formato desejado.

Chocolate em Pó

Depois da massa pronta, retire do fogo e continue mexendo até esfriar e tornar-se granulado. Em seguida, passe em uma peneira fina.
Pronto!




terça-feira, 27 de novembro de 2012

Receita de Kefircrute: Chucrute com Kefiram (Kefirkraut: Kefir Whey- Sauerkraut)

Receita de Kefircrute: Chucrute com Kefiram (Kefirkraut: Kefir Whey- Sauerkraut)

Fonte da imagem: homemademommy.net


é probiótico! é saudável!

O chucrute é uma conserva de repolho fermentado, típico da cozinha alemã.
O kefiram, é o soro do leite que pode ser separado depois dele ser fermentado com kefir. Ele pode ser usado de várias maneiras, e uma delas é servir de iniciador para curtir verduras, e dessa maneira não precisando usar sal ou vinagre para isso.
A vantagem de se usar o kefiram para a fermentação, é que além de diminuir o tempo de preparo, os Lactobacillus & cia vão produzir vitaminas adicionais e você vai ter todos os benefícios de um alimento probiótico, cuidando do seu trato digestivo, aumentando sua imunidade, etc..
Essa receita pode ser feita sem sal, mas eu recomendo colocar o sal por dois motivos: Com o sal, o chucrute vai ficar crocante (sem o sal ele fica mole, pastoso), e o sal também protege contra outros organismos safados que podem tentar invadir a sua comida.
Por isso, acima de tudo, limpeza, limpeza, limpeza.
Eu realmente recomendo usar repolho orgânico, porque repolho é uma coisa que eles colocam tanto pesticida, agrotóxicos, etc... que além de não ser bom para você, também pode matar o kefiram.
Essa receita você pode usar para fermentar qualquer outro vegetal também (cenoura, beterraba, couve-flor, etc.)... só é importante cortá-los fininhos para fermentar direitinho.
Os temperos adicionais ficam ao seu critério, vou colocar uma sugestão que vi na receita, mas se não tiver algum ou não gostar, simplesmente não coloque ;-) ( Particularmente eu acho que os zimbros tem gosto meio de sabão..rs mas a maioria das receitas de chucrute colocam ele, por isso vou colocar aqui.. qualquer coisa vocês podem testar para provar..rsrs).

Depois de pronto, o chucrute dura muito bem na geladeira, uns 4 meses tranquilo. Quanto mais tempo na geladeira, mais ele vai pegar o gosto dos temperos.
Mas se por acaso acontecer por via das dúvidas do seu pote de chucrute cheirar mal, NÃO coma.. deve ter entrado alguém que não devia ali.... descarte e faça outro...
Eu recomendo fazer um bom tanto, 1 ou 2 repolhos e separar em potes de acordo com as proporções da receita.

Ingredientes

- 4 copos de repolho (sem o talo) cortado bem fininho (eu gosto de usar descascador de batatas)
- 1 colh. (chá) de zimbros
- 1/2 colh. (chá) de cominho
- 1/2 colh. (chá) de sementes de mostarda escura

Líquido para o fermentado
- 250ml de água
- 2 colh. (chá) de sal marinho
- 2 colh. (sopa) de kefiram (tem receita que eles colocam mais)

Preparo

Lave bem o repolho, corte ao meio na vertical e retire o talo.
Corte o repolho bem fininho (ex: com descascador de batatas ou processador de alimentos).
Coloque 4 copos de repolho cortado em uma tigela + temperos (o sal não) e misture bem.
Amacete bem o repolho com um socador de feijão até ele soltar um pouco do próprio suco e ficar com aparência brilhante.
Coloque o repolho eu um pote de vidro (de aprox. 800ml~1L) e aperte com o socador de feijão (você deve ter uns 5 cm de espaço livre no pote).
Em um recipiente, misture todos os ingredientes do líquido para o fermentado.
Despeje por cima do repolho e cubra até 2,5cm acima do repolho (e deixe 2,5cm livres até a boca do pote).
PS: se não tiver líquido suficiente, faça mais da mistura líquida para o fermentado.
Feche bem o pote com a tampa e deixe descansar quietinho em temperatura ambiente e longe do sol. (em cima da geladeira é uma boa).
Depois de 4 dias fermentando, prove para ver se já está pronto. Em 4 dias o seu chucrute deve estar pronto e pode ir para a geladeira.
O recomendado é deixar ele curtir mais 7 dias na geladeira para pegar direito o gosto dos temperos, mas se quiser pode consumir logo após os 4 dias.
PS: se você morar em um lugar muito quente, pode ser que ele fique pronto em 3 dias, ou em 5 dias, se morar em lugar muito frio, o ideal é abrir e dar uma provada.
Pronto!
Pode comer puro, misturar em saladas e servir de acompanhamento para carnes ;-)
PS2: é interessante misturar um pouco de cenoura, endro dill e gengibre em fiapos ;-)



segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Receita de Maionese Light

Receita de Maionese Light

Fonte da imagem: mdemulher.abril.com.br
muito bom!!

Eu fiz em casa e ficou muito boa ;-)
Dá pra enganar bem.. e se quiser você pode adicionar outros temperos ao seu gosto ;-)

Ingredientes

- 1 ovo
- suco de meio limão
- 1/2 xíc. de azeite de oliva
- 200g de tofu (queijo de soja)
- sal e pimenta e alho a gosto

Preparo

Em um recipiente, quebre o ovo e esprema o suco do limão por cima.
Bata com um mixer (ou no liquidificador) até ficar bem clarinho (ele vai querer começar a dar liga, mas vai ficar aguado porque não tem tanto óleo).
Adicione o tofu + sal + pimenta + alho a gosto.
Bata novamente com o mixer até ficar cremoso e misturar bem.
Teste e regule os temperos caso necessário.
Agora a maionese light já está azedinha e com um gosto bem gostoso de azeite; pronta para adicionar em qualquer receita.
Pronto!

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Receita de Sankaya (Abóbora Recheada com Creme de Côco)

Receita de Sankaya (Abóbora Recheada com Creme de Côco) 

ฟักทองสังขยา

Fonte da imagem: edibleobsession.blogspot.com

muito bom!!

Essa é uma receita clássica tailandesa, que tem influência da cozinha portuguesa, que introduziu o conceito de "ovos" em sobremesas, no século 17.
O creme de côco é originalmente saborizado com folhas de Pandanus amaryllifolius,  provavelmente você já pode ter cruzado com ela por aí...

Fonte da imagem: aidanbrooksspices.blogspot.com

Na falta das folhas de Pandanus, pode-se usar como substituto a sua essência (kewra) ou simplesmente baunilha.
O leite de côco usado tem que ser de boa qualidade, preferencialmente feito com cocos frescos (para obter melhores resultados).
A abóbora usada nessa receita é aquela abóbora japonesa (kabocha), que juntamente com o recheio nos dá uma deliciosa textura nesse doce que, se quiser, pode ser servido quentinho ;-)

Ingredientes

- 1 abóbora kabocha
- 4~5 ovos
- 3/4 xíc. de leite de coco
- 1/3 xíc. de açúcar de coqueiro (na falta desse, pode usar rapadura ralada)
- 1 pitada de sal
- folhas de Pandanus (ou 1 colh. (chá) de kewra ou extrato de baunilha)
- 10 xíc. de água para o cozimento no vapor

Preparo

Corte a "tampa" da abóbora, como se fosse preparar camarão na moranga (pode ser redondo, quadrado ou estrelinha).
Retire as sementes e os fiapinhos e lave bem.
Em uma tigela, misture os ovos + açúcar de coqueiro + leite de coco + sal + baunilha e bata bem.
Despeje essa mistura dentro da abóbora.
Em uma panela de cozimento a vapor, coloque a água para ferver.
Coloque a abóbora e a tampa dela no cesto de vapor. (Não feche a abóbora com a tampa dela, deixe a tampa na lateral).
Cubra a panela e deixe cozinhar no vapor por 45 minutos, com a água fervendo.
Teste com um garfo para ver se a abóbora já está cozida e espete o creme também para ver se já está cozido (o garfo deve sair limpo).
Retire o cesto do vapor e coloque a abóbora com cuidado em uma travessa para esfriar.
Corte a abóbora em fatias, como se fosse uma torta (o creme deve ficar durinho de pé como se fosse um mousse) e cubra com a tampinha (ou cubra com fios de ovos e decore com jasmins).

Fonte da imagem: hilunch.com

Sirve em temperatura ambiente (pode comer com casca e tudo).
Caso sobre, coloque na geladeira.
Pronto!
Fonte da imagem: templeofthai.com




domingo, 18 de novembro de 2012

Receita de Patê Exótico de Cogumelos com Nozes

Receita de Patê Exótico de Cogumelos com Nozes

Fonte da imagem: allrecipes.com
muito bom!!!!

Essa receita de patê é maravilhosa!
Cai muito bem acompanhado de canapés, pãezinhos, queijos e uma boa taça de vinho ;-)
Se você não tiver todos esses tipos de cogumelos, pode fazer com 1 tipo de cogumelo só que também fica muito bom ;-) .. ex: se você tiver só champignon, faça só com champignon que também dá certo ;-)

Ingredientes

- 1 xícara de nozes de natal
- 1/2 xíc. de echalotes picadinhas (ou cebola comum)
- 1/2 xíc. de manteiga
- 100g de cogumelos shitake frescos, picadinhos
- 100g de cogumelos crimini frecos, picadinhos
- 100g de cogumelos portobello frescos, picadinhos
- 1 colh. (sopa) de alho amassado frito
- 1/4 xíc. de salsinha italiana fresca, picadinha
- 1 colh. (sopa) de tomilho fresco, picadinho
- 1/2 colh. (chá) de sal
- 1/2 colh. (chá) de pimenta-do-reino branca moída
- 2 colh. (sopa) de azeite de oliva extra virgem

Preparo

Espalhe as nozes em uma assadeira e torre por 10 minutos no forno a 180C ou até ficar cheiroso e ficar marrom bem clarinho.
Reserve.
Em uma panela, frite as echalotes na manteiga, em fogo baixo, até ficarem transparentes.
Adicione os cogumelos +alho + salsinha + tomilho + sal + pimenta.
Cozinhe mexendo frequentemente, até que a maior parte do líquido tenha evaporado.
Reserve.
Em um processador, bata as nozes + azeite até formar uma pasta grossa.
Adicione a mistura de cogumelos e bata até o patê ficar com a textura que você preferir (mais pedeços, ou mais lisinho).
Coloque em um potinho bem untado com azeite e cubra com plástico filme.
Deixe na geladeira por algumas horas ou da noite para o dia.
Pronto!

sábado, 17 de novembro de 2012

Receita de Risoto de Coco e Camarão

Receita de Risoto de Coco e Camarão

Fonte da imagem: temperartee.blogspot.com
oba!!

Essa é uma receita tradicional do estado do Sergipe, se destaca na cor e no sabor e é bem bonito para enfeitar a mesa ;-)


Ingredientes

- 1,5 kg de camarões frescos, médios e limpos
- 2 côcos grandes
- 6 tomates grandes
- 1 e 1/4 xíc. de azeite de oliva
- 1 colh. (sopa) de vinagre
- 1/2 maço de cebolinha verde picada
- 1/2  maço de coentro picado
- 500g de arroz lavado
- 1 cebola grande picada
- sal a gosto

Preparo

Rale os cocos e esprema-os para tirar o leite grosso.
Reserve o bagaço do coco.
Misture o leite grosso com a cebolinha + coentro + 3 tomates inteiros picados + ¼ xíc. de azeite de oliva + vinagre + camarões + sal a gosto.
Cozinhe em fogo brando até o cozimento do camarão.
Despeje 3 xíc. de água fervente no bagaço do coco reservado e retire o leite fino espremendo-os.
Doure a cebola, em uma panela média, como o restante do azeite.
Misture o arroz e refogue por 3 minutos .
Adicione sal a gosto.
Coloque os 3 tomates restantes sem pele e sem sementes.
Despeje o leite de coco fino e cozinhe até que o arroz esteja cozido (se necessário, adicione mais água).
Em um pirex, arrume camadas alternadas de arroz e o camarão com o molho. Sirva quente.
Pronto!



sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Receita de Bolo "Veludo Vermelho" (Red Velvet Cake)

Receita de Bolo "Veludo Vermelho" (Red Velvet Cake)

Fonte da imagem: joyofbaking.com
nossa!!

Esse é um bolo que tem a cara e a cor do natal.. praticamente um "bolo Papai Noel" !
Ele tem um gosto suave de chocolate e ao mesmo tempo é úmido, por ser recheado com várias camadas.
É gostoso para comer o ano inteiro !

Ingredientes

Para a Massa
- 250g de farinha peneirada (primeiro peneira, depois pesa)
- 1/2 colh. (chá) de sal
- 2 colh. (sopa) de cacau em pó
- 113g de manteiga, em temperatura ambiente
- 300g de açúcar
- 2 ovos grandes
- 1 colh. (chá) de extrato de baunilha
- 240ml de buttermilk (ou substitui por 240ml de leite + 1 colh.(sopa) de vinagre ou suco de limão - misture e deixe descansar por 10 minutos)
- 2 colh. (sopa) de corante alimentar vermelho líquido
- 1 colh. (chá) de vinagre
- 1 colh. (chá) de bicarbonato de sódio

Para o Recheio/ Cobertura
- 230g de cream cheese, em temperatura ambiente
- 230g de mascarpone, em temperatura ambiente (ou substitui por creme de leite em lata sem o soro)
- 1 colh. (chá) de extrato de baunilha
- 115g de açúcar de confeiteiro peneirado
- 360ml de creme de leite fresco gelado (do líquido)

Preparo

Pré-aqueça o forno a 180C.
Cubra 2 assadeiras redondas (~23cm de diâmetro) com papel manteiga untado.
Reserve.
Em um recipiente, misture a farinha + cacau em pó + sal.
Em uma tigela grande, bata a manteiga com a batedeira atéficar macia (1~2 min.).
Adicione o açúcar e continue batendo mais 2~3 min., até ficar leve e fofinho.
Vá juntando 1 ovo de cada vez, batendo sempre.
Raspe o creme acumulado nos cantos, para misturar certinho.
Adicione a baunilha e bata até ficar homogêneo.
Misture o corante vermelho + buttermilk.
Com a batedeira em velocidade baixa, vá adicionando intercalado no creme, a mistura de farinha e o buttermilk colorido.
Quando estiver homogêneo, retire a batedeira.
A próxima etapa deve ser feita manualmente, com uma colher.
Em um copo, misture o vinagre + bicarbonato de sódio (vai ficar efervescente).
Coloque rápido na massa e misture rapidinho (é o que vai fazer a massa crescer).
Em seguida, tudo meio rápido, coloque metade da massa em casa assadeira e ajeite.
Asse no forno pré-aquecido a 180C durante 25-30 minutos ou até furar a massa com um palito e ele sair limpo.
Deixe o bolo esfriar uns 10 minutos e desenforme.
Quando estiver completamente fria, pegue toda a massa, embale em plástico filme e deixe dentro da geladeira por pelo menos 1 hora ou da noite para o dia (isso vai fazer a massa não se partir quando começar a espalhar o recheio).

Recheio/Cobertura
Em uma tigela, bata o cream cheese + mascarpone até ficar homogêneo.
Coloque a baunilha + açúcar de confeiteiro e bata até ficar bem lisinho.
Aos poucos, vá adicionando o creme de leite fresco, batendo sempre, até ficar fofinho o suficiente para espalhar no bolo.

Montagem
Corte cada um dos bolos ao meio, na horizontal, para colocar o recheio.
Agora vão ter 4 camadas de massa de bolo.
Coloque a primeira camada com a parte de fora virada para baixo.
Cubra com recheio, coloque outra camada, coloque mais recheio e continue até colocar a última camada.
Depois disso, passe o resto de creme por cima e em volta de todo o bolo.
Se quiser pode decorar por cima com granulado verde ou coco ralado.
Pronto!


quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Receita de Bolo Mármore (Marmor-Gugelhupf)

Receita de Bolo Mármore (Marmor-Gugelhupf)

Fonte da imagem: kochbar.de
muito bom!!

Esse é um bolo típico do sul da Alemanha, da Suíça, da Áustria, e da região da Alsácia.
Ele recebe esse nome "Gugelhupf ou Gugelhopf", análogo ao "Bundt" da Inglaterra, porque é sempre feito naquela assadeira que tem um furo no meio, deixando o bolo com formato de "rosquinha" ou "tórus".
Simples e gostoso, é ótimo para acompanhar um chá ou um cafezinho ;-)

Ingredientes

- 150g de manteiga
- 150g de açúcar de confeiteiro
- 2 colh. (sopa) de vanilina (açúcar de baunilha)
- 1 pitada de sal
- 3 ovos grandes
- 200g de farinha de trigo
- 2 colh. (chá) de fermento químico em pó
- 1 colh. (sopa) bem cheia de cacau em pó
- glacê/ fondant para cobertura, ou chocolate derretido, caso desejar

Preparo

Unte a assadeira que tem buraco no centro e polvilhe com farinha.
Pré-aqueça o forno a 180C.
Misture a farinha + fermento químico. Reserve.
Em uma tigela, bata o açúcar + manteiga + vanilina + sal, atém ficar um creme bem homogêneo. (por isso que é bom usar açúcar de confeiteiro, porque tem que bater até dissolver os grãozinhos de açúcar.
Continue batendo o creme e vá adicionando 1 ovo de cada vez.
Bata até ficar homogêneo.
Agora, vá adicionando a mistura de farinha aos poucos, misturando bem (eu recomendo misturar a farinha MANUALMENTE, porque assim o bolo fica mais fofinho e mais úmido depois de pronto).
Separe a massa em duas partes.
Adicione o cacau em uma delas e misture bem.

Fonte da imagem: kochbar.de

Montagem
Use 1 colh. (sopa) para pegar cada cor de massa (para não misturar).
Comece colocando na forma 2 colheres de massa branca, alisando bem para cobrir "a calota" do bolo.
Por cima da massa branca, coloque 2 colheres de massa escura e alise bem.

Fonte da imagem: kochbar.de

Depois coloque 3 colheres de massa branca, alise...e vá alternando as cores até acabar a massa.

Fonte da imagem: kochbar.de

Agora, o pulo do gato:
Pegue um garfo e afunde no centro da massa, fazendo um movimento de onda.
Faça isso no centro de toda a rosquinha, 1 garfada por local do centro  (isso vai fazer as camadas ficarem onduladas, como um mármore)- não é arrastar em horizontal- .

Fonte da imagem: kochbar.de

Alise a superfície do bolo e asse por 45~50 minutos (no forno pré aquecido a 180C).
Cheque se ao furar com um palito o bolo está assado por dentro.
Retire do forno, espere esfriar um pouco, desenforme e deixe esfriar completamente.

Fonte da imagem: kochbar.de

Após isso, pode colocar a cobertura, caso queira.
Pronto!

Fonte da imagem: kochbar.de




terça-feira, 13 de novembro de 2012

Receita de Cerveja de Raiz (Root Beer)

Receita de Cerveja de Raiz (Root Beer)

Fonte da imagem: gardentherapy.ca
refrescante!

A de cerveja de raiz, na verdade é um refrigerante caseiro fermentado.
Existem várias receitas, mas dependendo de onde você morar, alguns ingredientes podem ser difíceis de achar (como sassafrás e sarsaparilla), de qualquer maneira achei a receita interessante, e foi aprovada por muitas pessoas e também útil para gripes, tosses e resfriados ;-)
Antigamente, nem sempre as pessoas tinham acesso à água potável e leite pasteurizado.
Pos isso, frequentemente preferiam utilizar bebidas fermentadas como cervejas, sidras e refrigerantes caseiros, mesmo para crianças pequenas, por ter uma segurança maior contra contaminações.
Geralmente cada família/comunidade tinha a sua receita própria.
Hoje em dia vivemos em um mundo cheio de corantes e conservantes. Por ser uma alternativa saudável, voltamos no tempo em que realmente fazer as coisas em casa pode melhorar a nossa saúde e qualidade de vida.
Além disso, nos dá um pouco de orgulho de consumir, servir e presentear alguém com um produto de ótima qualidade que nós mesmos fizemos.
A simples mistura de raízes, bagas, cascas e especiarias, adicionadas de um adoçante e um fermento natural, nos dá uma bebida gaseificada muito interessante.
A maioria dos ingredientes pode ser encontrada em mercados, lojas de produtos naturais, casas de raízes, ervas medicinais e especiarias ou mesmo na internet.

Ingredientes

- 3 litros de água
- 1 fava de baunilha
- 1 raiz de alcaçuz (licorice) de 10cm (quebrada em pedaços)
- 3/4 xíc. de raiz de sarsaparrilla seca picada
- 1 colh. (sopa) de casca seca de raiz de sassafrás
- 1 colh. (sopa) de bardana seca picada
- 1 pau de canela de 7 cm
- 3 estrelinhas de anis estrelado
- 2 xíc. de açúcar mascavo ou rapadura ralada
- 1 colh. (sopa) de melado de cana
- 2 tiras de casca de laranja
- 1/8 colh. (chá) de levedura de cerveja ou levedura de champagne

Preparo

Em uma panela, coloque a fava de baunilha partida ao meio de comprido + alcaçuz + sarsaparrilla + sassafrás + bardana + canela + anis estrelado + 2 litros da água e ferva em fogo alto.
Diminua o fogo, mexa e deixe cozinhando destampado por 15 minutos.
Adicione o açúcar mascavo + melado + casca de laranja e deixe cozinhar por mais 10 minutos, mexendo até o açúcar dissolver bem.
Retire do fogo e deixe descansar por 30 minutos.
Em um jarro ou recipiente grande, coloque o resto da água e despeje por cima o conteúdo da panela muito bem COADO.

Fonte da imagem: americastestkitchenfeed.com

Cubro o recipiente e deixe esfriar bem (vai demorar), até ficar morninho (como se fosse para dissolver fermento de pão sem matar o fermento).
Quando o líquido estiver morninho, chacoalhe bem.
Dissolva a levedura de cerveja em 1/4 xíc. de água morninha e deixe descansar por 5 minutos.
Coloque dentro do recipiente com o "suco" e chacoalhe bem.
Ponha em garrafas (pode ser garrafa pet) e feche bem e deixe em um lugar morno, longe do sol, para fermentar por 2~3 dias (dependendo da temperatura).
Dê uma apertada na garrafa, se ela estiver dura é porque está pronto.
Coloque na geladeira para parar de fermentar e para não explodir a garrafa.
Abra com cuidado na primeira vez porque pode vazar um pouco com o gás.
Pronto!

Fonte da imagem: nourishedkitchen.com

É sempre bom lembrar que todo processo de fermentação produz álcool, mas a quantidade produzida nessa bebida é muito baixa, ficando entre 0,35~0,5 %.

PS1: ao invés de levedura de cerveja, você pode utilizar a levedura de champagne, ou 1 xíc. do bichinho do gengibre, ou 1 xíc. de kefir de água :-)

PS2: existem variações que acrescentam gengibre, hortelã, sementes de coentro, zimbros, casca de cerejeira,raiz de dente de leão, casca de bétula e lúpulo :-)

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Receita de Croquete de Mandioca com Recheio de Costela Desfiada

Receita de Croquete de Mandioca com Recheio de Costela Desfiada

Fonte da imagem: santamariadaserra.sp.gov.br
muito bom!!!!

Essa receita é brasileiríssima! Um croquete sequinho, crocante, quentinho de mandioca, que quando você morde vem de surpresa uma costela desfiada derretendo na boca!

Ingredientes

Recheio
- 1 kg de costela bovina em pedaços
- 1/2 cabeça de alho picado
- 1 cebola média picadinha
- pimenta-do-reino preta, moída na hora, a gosto
- sal a gosto

Massa
- 2 kg de mandioca (da amarela), cozida e escorrida
- 1 cebola grande ralada
- 1 cubinho de caldo de carne (ou costela) bem esfarelado
- 2 colh. (sopa) de manteiga
- 1/2 maço de salsinha bem picadinha
- sal e pimenta a gosto

- ovo batido para empanar
- farinha de rosca para empanar
- óleo para fritar (ou asse no forno)

Preparo

Descasque, corte em pedaços e lave bem a mandioca amarela.
Cozinhe na panela de pressão, escorra muito bem e deixe descansar por 2 horas.
Enquanto a mandioca descansa, prepare o recheio.
Tempere os pedaços de costela com sal e pimenta a gosto.
Coloque na panela de pressão, cubra com água e cozinhe por 40 minutos, após começar a chiar a pressão.
Retire a pressão e desfie a carne (descarte os ossos).
Em uma panela, doure o alho + cebola, adicione a costela desfiada e refogue.
É importante que o recheio fique úmido, mas sem caldo.
Reserve.
Em uma tigela grande, amasse a mandioca retirando as fibras maiores.
Junte a cebola ralada + caldo de carne + manteiga + salsinha + sal + pimenta.
Misture bem.
Modele os croquetes na mão, deixando um buraco no centro para colocar uma porção gererosa de recheio.
Recheie, feche bem com cuidado, passe no ovo batido e em seguida na farinha de rosca.
Ajeite o formato do croquete e deixe-os num cantinho esperando para fritar.
Na hora de fritar, frite em óleo bem quente, colocando poucas unidades de cada vez, porque se o óleo esfriar os croquetes racham...
Se for fazer no forno, coloque-os na assadeira e asse a 180-200C até que a casquinha fique dourada e bem crocante ;-)
Pronto!

PS: e que tal rechear com bastante queijo?



domingo, 11 de novembro de 2012

Receita de Costelinha com Ora-Pro-Nobis

Receita de Costelinha com Ora-Pro-Nobis

Fonte da imagem: gnt.globo.com
muito bom!!

Essa é uma receita tradicional, de raiz, do estado de Minas Gerais, mais específica da região do município de Sabará.
E você sabe o que é Ora-pro-nobis?
Ora-pro-nobis é um cacto primitivo, cheio de folhas e que gosta de crescer como uma trepadeira. O nome dele vem do latim e significa "rogai por nós".

Fonte da imagem: alfaorionis.com.br

Ele também é chamado de "carne-de-pobre", porque é riquíssimo em proteínas, chegando a 25% de proteínas quando seco, praticamente se igualando à carne. Ele tem vitaminas A, B, C e minerais :-) e é uma ótima opção de proteínas em dietas vegetarianas, vegans e afins.
Dá para cozinhar com carne de porco, frango, fazer bolos, pães e até pesto!

Mas como eu posso conseguir folhas de ora-pro-nobis?
A senhora Ioshiko Nobukuni faz DOAÇÃO de mudas, dvd com fotos, receitas e muito mais AQUI!
Gostaria de dar os meus sinceros parabéns a senhora Ioshiko, que contribui para disseminar a nossa cultura tradicional e saudável há muito tempo quase esquecida por completo.
Se deixar crescer livre, ela pode chegar até a 3m, mas se aparar certinho ela pode virar um arustinho de vaso.
Além disso, ela dá frutinhas que são comestíveis e pode-se fazer doces, geléias, etc..

Fonte da imagem: botanofilia.blogspot.com

Dá pra plantar a ora-pro-nobis até em vasos na sacada do apartamento ;-) !!!

Fonte da imagem: domatoaoprato.blogspot.com

Vamos comemorar a chegada das mudinhas com um prato delicioso?

Ingredientes

Para marinar
- 1 kg de costela de porco
- 150ml de cachaça
- suco de meio limão
- 1 cebola picadinha
- 1/2 cabeça de alho picada
- 1 colh. (sobremesa) de pimenta-do-reino preta em grãos
- 2 ramos de alecrim
- 2 ramos de tomilho
- 2 ramos de salsinha
- 1 folha de louro
- 1 colh. (sobremesa) de páprica doce em pó
- sal a gosto

outros ingredientes
- 2 colh. (sopa) de banha
- 2 tomates picados
- 1 maço grande de folhas de ora-pro-nobis (ou a gosto)

Preparo

Separe os ossos da costela de porco e coloque em uma tigela.
Junte com todos os ingredientes do marinado, misture bem e feche dentro de uma sacola plástica, ou cubra bem com plástico filme.
Deixe marinar por 2 horas, ou, se preferir, da noite para o dia dentro da geladeira.
Em uma panela funda, coloque a banha de porco e ligue o fogo para derreter.
Retire as costelas do marinado e escorra (reserve o caldo do marinado).
Quando a banha estiver bem quente, coloque os pedaços de costela e deixe dourar bem dos dois lados.
Quando já estiverem douradas, coloque por cima todo o resto do caldo do marinado + tomates picados + água para cobrir as costelas.
Mexa e deixe cozinhar (adicionando água quando necessário) até a carne ficar bem macia e formar um caldinho bem gostoso.
Adicione as folhas de ora-pro-nobis já lavadas e picadas por cima e fechar a panela com a tampa, para amaciar as folhas (como se estivesse cozinhando espinafre).
Se desejar, pode misturar tudo dentro da panela.
Pronto!

sábado, 10 de novembro de 2012

Receita de Cozido Irlandês

Receita de Cozido Irlandês

Fonte da imagem: fullersedinburg.com
muito bom!

Esse é um prato tradicional da irlanda ;-)

Ingredientes

- 1 colh. (sopa) de óleo de girassol
- 200g de toucinho defumado, sem o couro, cortado em pedaços
- 900g de carneiro, cortado em pedaços grandes (sem osso)
- 5 cebolas médias fatiadas
- 5 cenouras, cortada em pedaços
- 3 folhas de louro
- 1 macinho de tomilho
- 100g de cevadinha
- 850ml de caldo de carneiro
- 6 batatas médias, cortadas em pedaços
- 1/2 colh. (sopa) de manteiga
- 3 cebolinhas, picadas bem fininho
- sal a  gosto

Preparo

Aquecer o forno a 150C.
Em uma panela, frite o toucinho + óleo durante uns 4 minutos, até ficar crocante.
Aumente o fogo e cozinhe o carneiro durante 6 minutos até dourar.
Retire a carne com uma escumadeira e reserve.
Coloque na panela a cebola + cenoura + louro + tomilho e cozinhe por aprox. 5 minutos, até ficarem macios.
Retorne a carne para a panela.
Adicione a cevadinha + caldo de carneiro + sal.
Misture e deixe ferver.
Coloque o conteúdo da panela em uma travessa (própria para forno), ponha os pedaços de batata por cima.
Cubra com papel alumínio e deixe assar quietinho durante aprox. 1h30min, até que as batatas e a carne estejam macias.
Retire do forno, pincele as batatas com a manteiga e polvilhe tudo com a cebolinha.
Pronto!

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Receita de Cidra Espumante (Apfelschorle)

Receita de Cidra Espumante (Apfelschorle)

Fonte da imagem: foodieslovethis.com
muito bom!!!!

A cidra espumante (Apfelschorle ou Sparkling Cider) é uma bebida de maçã naturalmente gaseificada, que além de deliciosa é super fácil de fazer!
Ela pode ser feita com suco natural de maçã comprado de sua preferência, ou, para melhores resultados (na minha opinião), feita com suco de maçã caseiro coado, seja feito com juicer ou algo semelhante.
Se você decidir fazer esse refrigerante caseiro com suco natural, você vai precisar em torno de 7,5 Kg de maçãs para obter 4 litros de suco ;-)
Tudo que é preciso é adicionar um pouco de fermento biológico em um pouco de suco de maçã, colocar em garrafas de refrigerante usadas bem limpinhas e esperar gaseificar :-).
O suco natural de maçã tem naturalmente açúcar o suficiente para alimentar as leveduras e assim gaseificar a cidra sem nenhuma adição.

Fonte da imagem: foodieslovethis.com

Mas, é claro que se você quiser adicionar algum aroma extra, você pode adicionar canela, baunilha ou qualquer outra especiaria que quiser, antes de colocar o fermento.
Para isso, você precisa esquentar o suco junto com as especiarias para pegar o gosto, e depois ter certeza de que o suco esfriou completamente antes de adicionar o fermento.


Segurança em primeiro lugar!

• Limpe as garrafas e Equipamentos: Lave todos os seus equipamentos e garrafas com água e sabão e enxague bem. Não é necessário esterilizar, mas a limpeza é ainda importante.
• Use Garrafas adequadas para a fermentação: Apenas fazer cidra espumante em garrafas aptas. Garrafas de refrigerante e garrafas de vidro top swing são especificamente projetadas para suportar a pressão de gaseificação. Outras garrafas, mesmo recipiente original de vidro simples pode quebrar sob a pressão.
• Leve à geladeira quando gaseificado: Refrigerar a cidra espumante tão logo puder sentir que as garrafas de plástico estão sólida ao toque. A refrigeração faz o fermentodormir e impede a cidra de fermentar em excesso. Há alguma margem para erro aqui, mas se não refrigerar, a pressão vai continuar a aumentar e as garrafas vão explodir.


Rendimento: 4 litros

Ingredientes

- 4 litros de suco natural de maçã (de preferência fresco)
- 1/4 colh. (chá) de levedura para champagne ou fermento biológico seco para pão

Preparo

Coloque 1/2 xíc. de suco em um copo e despeje o fermento (deixe o suco em temperatura ambiente ou no máx. morninho, para não matar o fermento).

Fonte da imagem: foodieslovethis.com

Misture bem para dissolver.
Despeje essa mistura dentro do resto do suco e mexa bem para misturar homogeneamente o fermento por toda a bebida.
Fonte da imagem: foodieslovethis.com

Distribua o suco nas garrafas onde  ele vai fermentar (não encha a garrafa completamente, eu sugiro encher 2/3 da garrafa para não ter surpresas - pode usar garrafa de refrigerante de plástico).
Feche bem e coloque uma etiqueta com a data em que foi feito.
Coloque as garrafas de preferência no escuro (ou longe do sol direto) e deixe descansar por aproximadamente 24 horas.

Fonte da imagem: foodieslovethis.com

A cidra vai estar pronta quando as garrafas de plástico estiverem durinhas.

Fonte da imagem: foodieslovethis.com

MAS, lembre-se de que dependendo de onde você mora, se for muito quente, a cidra vai ficar pronta antes do tempo.. fique de olho nela ;-)
Coloque as garrafas na geladeira assim que estiverem prontas.
Gele por no mínimo 6 horas e consuma dentro de 2 semanas.
Na hora de abrir a garrafa, abra devagar e dentro da pia, caso saia muito gás e derrame.
Pronto!

PS:
Levedura de Champagne vs fermento de pão: É interessante procurar levedura de champanhe em uma loja local de abastecimento de cerveja ou online. Esta levedura faz uma cidra espumante com um sabor limpo, brilhante e pequenas bolhas efervescentes. 


Fonte da imagem: foodieslovethis.com

O fermento de pão pode ser usado se você está desesperado por cidra, mas ele pode dar um pouquinho de gosto para a cidra. (Guarde o fermento não usado em um recipiente fechado no congelador.)
• Álcool na cidra espumante: Algum álcool é sempre formado quando o fermento é usado para fermentar uma bebida. No entanto, o tempo de fermentação curto da cidra espumante impede-a de tornar-se muito alcoólica. A cidra espumante tem normalmente um teor inferior a 1% de álcool quando fabricada como indicado.
• Para fazer cidra (Vinho de maçã) : Sim, você pode fazer cidra apenas deixando a cidra continuar a fermentar! Em vez de engarrafar imediatamente, você vai selar a garrafa com uma trava de fermentação para permitir que o dióxido de carbono escape. Além disso, use 2 colh. (chá) de fermento para realmente obter uma boa fermentação. Uma vez que a fermentação terminar, então você pode engarrafar a cidra. 
Fonte da imagem: foodieslovethis.com

Receita de Crème Brûlée

Receita de Crème Brûlée

Fonte da imagem: meltyfood.fr
muito bom!

Franceses, espanhóis e ingleses disputam a origem do crème brûlée, mas a primeira referência histórica é francesa, de 1691.

Na Grã-Bretanha, existe uma referência, de 1879, ao Trinity Cream ou Cambridge burnt cream. No Trinity College, Cambridge, o símbolo da universidade era marcado, com um ferro quente, sobre o açúcar da cobertura.
Na Catalunha, a sobremesa é chamada de crema catalana e contém limão (ou laranja) e canela. Em Portugal, o pastel de belém guarda algum parentesco com o crème brulée.


Para 6 pessoas:

Ingredientes

- 10 gemas de ovos bem frescos
- 220g de açúcar
- 1 litro de creme de leite fresco
- 1 fava de baunilha
- 40g de açúcar mascavo

Preparo

Abra a fava de baunilha e raspe bem o conteúdo e coloque-o dentro do creme de leite fresco.
Misture a baunilha no leite e aqueça suavemente.
Em uma tigela, bata as gemas + açúcar até esbranquiçar e dobrar de volume.
Vá adicionando o creme de leite aquecido sobre o creme de gemas, mexendo sempre, mas tentando fazer o menos possível de espuma.
Passe o creme por uma peneira fina, com ajuda de uma colher, mas com cuidado evitando fazer espuma.
Coloque o creme nos potinhos de cerâmica ou porcelana (nessa hora, se quiser, coloque antes do creme, no centro uma colher de chá de geléia azedinha, para servir de recheio surpresa).
Disponha os potinhos dentro de uma assadeira com água fervente (como se fosse um banho-maria).
Ponha a assadeira no forno pré-aquecido a 100C e asse durante aprox. 1h20min (o creme vai ficar com uma consistência tremida, levemente como uma gelatina).
Deixe o creme esfriar, lembrando-se de que ele só vai chegar no ponto depois de esfriar.

Para o caramelizado: Existem 3 opções.
Na hora de servir, espalhe o açúcar mascavo sobre o creme e:
a) Caramelize no forno
b) use um maçarico culinário
c) use um ferro bem quente (ao estilo antigo)
Pronto!

PS: Depois de usar a fava de baunilha, NÃO a jogue fora!
Deixe-a secar e depois coloque-a em um potinho com açúcar, misture e feche bem.
Assim você vai ter o autêntico açúcar de baunilha para usar nas suas receitas ;-)

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Receita de Pão de Soda Irlandês

Receita de Pão de Soda Irlandês

Fonte da imagem: bbcgoodfood.com
muito bom!!!

Além de gostoso esse pão é saudável! Bom para comer a toda hora!
Esse pão fica especialmente fofinho porque é feito com buttermilk ("leite de manteiga").
Se você não encontrar buttermilk no mercado, você pode obtê-lo fazendo a receita de manteiga de kefir, ou simplesmente substituir por kefir fermentado, iogurte natural, ou leite azedo : 500ml de leite morno + 1/2 colh. (sopa) de suco de limão, misture e deixe descansar por 10 minutos.

Ingredientes

- 250g de farinha de trigo comum
- 250g de farinha de trigo integral
- 100g de aveia em flocos
- 1 colh. (chá) de bicarbonato de sódio
- 1 colh. (chá) de sal
- 25g de manteiga
- 500ml de buttermilk ("leite de manteiga")

Preparo

Pré-aqueça o forno a 200C.
Forre uma assadeira com papel manteiga e polvilhe com farinha.
Em uma tigela, misture as farinhas + flocos de aveia + sal + bicarbonato de sódio.
Coloque a manteiga em pedaços, adicione o buttermilk e misture bem rápido com um garfo ou colher.
(O segredo dessa receita é não sovar muito a massa)
Junte a massa cuidadosamente com as pontas dos dedos (precisa ser bem gentil).
Modele a massa em formato redondo e plano, com aproximadamente 20 cm de diâmetro.
Coloque o pão na assadeira e faça um risco fundo em formato de cruz sobre a massa.
(Tradicionalmente isso deixa as fadas saírem da massa do pão, mas também ajuda a assar o pão completamente por dentro).
Asse por 30-35 minutos até a bunda do pão fazer barulho de como se tivesse oco quando você der uma batidinha.
Se depois desse tempo o pão ainda não estiver pronto, vire ele de cabeça para baixo e asse por mais alguns minutos.
Transfira o pão para uma grelha e cubra com um pano de prato limpo (isso vai deixar a casquinha bonita e macia), e deixe ele esfriar.
Para cortar o pão você pode separar as 4 partes e cada uma pela metade, formando 8 fatias, ou simplesmente fatiar na horizontal.
Pronto!

PS1: eu recomendo usar uma farinha de boa qualidade.

PS2: esse pão é ótimo acompanhamento para sopinhas e também dá uma torrada muito boa :-)

domingo, 4 de novembro de 2012

Receita de Torta de Noz Pecan

Receita de Torta de Noz Pecan

Fonte da imagem:cookiemadness.net
muito bom!

Se noz peca já é uma delicia, imagine um monte delas juntinhas com uma massinha crocante...

Rendimento: 8 porções

Ingredientes

Massa
- 200g de farinha
- 115g de manteiga
- 2 colh. (sopa) de açúcar
- um pouco de água gelada

Recheio
- 75g de manteiga
- 100g de açúcar mascavo claro
- 140g de glucose de milho
- 2 ovos grandes batidos
- 1 colh. (chá) de extrato de baunilha
- 115g de nozes pecan picadas

Preparo

Para a massa
Em uma tigela, misture o açúcar + farinha + manteiga com as mãos até ficar parecendopão ralado.
Vá adicionando um pouquinho de água gelada até conseguir formar uma massa firme.
Embale a massa em um plástico filme e coloque na geladeira para esfriar uns 15 minutos (até ficar firme o suficiente para abrir a massa com um rolo).
Abra a massa em uma superfície enfarinhada, grande o bastante para cobrir uma forma redonda de 23cm de diâmetro.
Cubra a assadeira + laterais baixotinhas com a massa, faça furinhos nela com um garfo e deixe descansar 15 minutos.
Asse em forno pré-aquecido a 200C, com a assadeira coberta com papel manteiga por 10 minutos.
Retire o papel manteiga de cima e asse por mais 5 minutos.

Para o recheio
Bata os ovos + extrato de baunilha e reserve.
Em uma panela, coloque o açúcar mascavo + glucose de milho + manteiga.
Aqueça gentilmente, mexendo até derreter.
Remova do fogo e mexa rapidamente juntando os ovos batidos com baunilha.
Adicione as nozes picadas e misture bem.
Coloque o recheio sobre a massa.
Asse por 35~40 minutos no forno a 180C até o recheio assentar.
Sirva morno ou frio.
Pronto!


quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Receita de Bolo de Cereja com Marzipan de Lübeck

Receita de Bolo de Cereja com Marzipan de Lübeck

Fonte da imagem: meine-kleine-kochecke.de
muito bom!

Direto da terra do marzipan mais famoso, uma receita deliciosa para ficar com água na boca :-)

Rendimento: 16 pedaços

Ingredientes

- 150g de manteiga em temperatura ambiente
- 125g + 3 colh. (sopa) de açúcar
- 1 pitada de sal
- 1 pacotinho de vanilina (~2 e 1/2 colh. (chá))
- 4 ovos
- 200g de farinha
- 3 colh. (chá) de fermento químico em pó
- 800g de creme de leite fresco
- 720ml de cerejas azedinhas cozidas com açúcar (1 vidro)
- 35g de amido de milho
- 75g de amêndoas moídas
- 75g de amêndoas fileteadas
- 6 colh. (sopa) de licor de amêndoas
- 400g de marzipan aberto com rolo para cobrir o bolo
- 50~75g de geléia de damasco
- 1~2 colh. (chá) de açúcar de confeiteiro
- bichinhos coloridos de marzipan/ cerejas para decorar

Preparo

Bata a manteiga + 125g de açúcar + sal + vanilina até ficar cremoso.
Vá adicionando 1 ovo de cada vez, intercalando com um pouco da farinha.
Junte o resto da farinha + fermento em pó químico + 50g do creme de leite fresco.
Coloque a massa em uma forma redonda de fundo removível (aprox. 26 cm de diâmetro), bem untada.
Asse em forno pré-aquecido (180C no forno comum ou 150C no forno com ventilador) durante ~ 25 minutos.
Retire do forno, deixe esfriar, retire a lateral da assadeira, corte o bolo em 3 partes com um linha de costura.
Reserve as partes superiores do bolo e volte a fechar a assadeira com a parte de baixo do bolo dentro.
Separe as cerejas do caldo.
Coloque o caldo em uma panela e engrosse com o amido de milho + 1 colh. de açúcar.
Desligue o fogo, adicione as cerejas dentro e misture.
Espalhe a mistura de cerejas sobre a parte inferior do bolo e espere esfriar.
Enquanto isso toste os filetes de amêndoa, misture com a amêndoa moída e deixe esfriar.
Bata 500g do creme de leite fresco + 1 colh. (sopa) do açúcar até formar um chantilly.
Adicione no chantilly o licor de amêndoas + 2 colh. (chá) da mistura de amêndoa torrada e misture bem.
Espalhe 1/3 desse creme de amêndoas sobre a camada de cerejas e cubra com a parte intermediária do bolo.
Espalhe o resto do creme de amêndoas e cubra com a parte superior do bolo.
Deixe o bolo descansar por 20-30 minutos.
Bata os 250g restantes do creme de leite fresco  + 1 colh. (sopa) de açúcar até ficar um chantilly duro.
Retire a lateral da forma do bolo e pincele ele inteiro com esse creme.
Coloque na geladeira para esfriar.
Abra a massa de marzipan para cobrir a parte de cima do bolo.
Cubra o bolo, aperte levemente e retire o excesso de marzipan das bordas.
Aqueça a geléia de damasco e pincele por toda a lateral do bolo.
Grude na lateral do bolo o resto das amêndoas.
Decore com o açúcar de confeiteiro, cerejas e bichinhos de marzipan.
Pronto!

PS: particularmente, eu acho que fica muito bom se, antes de cobrir cada parte de massa do bolo, elas forem regadas com uma mistura de licor de ovos + leite ;-)


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...