sexta-feira, 31 de maio de 2013

Receita de Paçoca de Pinhão

Receita de Paçoca de Pinhão

Fonte da imagem: quitandasdamarta.blogspot.com
muito bom!

Vindo direto do sul, com um bom chimarrão!

Ingredientes

- 2 kg de pinhão cozido, sem casca e moído
- 300g de toucinho
- 500g de carne de boi moída
- 500g de carne de porco moída
- 500g de linguiça
- 2 cebolas picadas
- 3 dentes de alho amassados
- pimenta-do-reino preta moída a gosto
- sal a gosto
- salsinha e cebolinha picada a gosto

Preparo

Frite o toucinho + carnes + linguiça.
Pique a linguiça bem picadinha e volte para a panela.
Junte a cebola + alho + pimenta + sal e refogue.
Adicione o pinhão + cheiro verde e misture tudo muito bem.
Pronto!

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Receita de Leite Condensado de Soja (Sem Lactose, Sem Leite)

Receita de Leite Condensado de Soja (Sem Lactose, Sem Leite)

Fonte da imagem: mykitchenjourney.blogspot.com
olha só!!!

Quem não pode consumir produtos com lactose, ou tem alergia à proteína do leite às vezes sofre demais... especialmente quando dá aquela vontade de comer coisas que geralmente são feitas com derivados do leite (DOCES !!!) .. então.. vaí aí uma dica: faça seu leite condensado de soja, rápido e prático, sem ter que ficar horas virando panela no fogo para evaporar :-)

Ingredientes

- 3/4 de xíc. de açúcar
- 1 xíc. de água
- 1 xíc. + 2 colh. (sopa) de extrato de soja (é em pó e você pode achar na sessão de produtos naturais ou em lojas de produtos naturais)
- 1 tampinha de essência de baunilha ou 1 colh. (chá) de vanilina

Preparo

Em uma panela ANTI-ADERENTE, misture a água + açúcar + extrato de soja + vanilina.
Vá mexendo com uma colher de pau em fogo médio até começar a ferver.
Coloque no fogo bem baixinho, mexendo ocasionalmente, até ele engrossar ( ~ 10-15 minutos).
Despeje em uma tigela e deixe esfriar.
O leite condensado vai engrossar um pouco mais à medida em que esfria.
Caso não for usar imediatamente, guarde em recipiente fechado na geladeira.
Pronto!

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Receita de Bala de Melado com Erva-Mate

Receita de Bala de Melado com Erva-Mate

Fonte da imagem: clicrbs.com.br
nossa!

Ingredientes

- 1 litro de melado de cana
- 3 colh. (sopa) de pó de erva-mate (chimarrão)
- 150g de nata

Preparo

Em uma panela, misture o melado + nata.
Ligue o fogo, e mexa até ferver e desprender da panela.
Desligue o fogo.
Adicione o pó de erva-mate e misture.
Derrame a mistura sobre uma superfície de mármore untada com manteiga.
Deixe esfriar, corte e passe as balinhas pelo açúcar.
Pronto!

sábado, 25 de maio de 2013

Receita de Bolo de Chimarrão

Receita de Bolo de Chimarrão

Fonte da imagem: http://zerohora.clicrbs.com.br
nossa!

Esse bolo é ótimo para comer no café da manhã ou café da tarde, por que não acompanhado de um bom chimarrão?

Ingredientes

- 4 ovos
- 1/2 xíc. de açúcar
- 1/2 xíc. de leite morno
- 1/2 xíc. de óleo
- 5 colh. (sopa) de erva-mate peneirada
- 2 xíc. de farinha de trigo
- 1 sachê de fermento em pó químico (aprox. 1 colh. (sobremesa) rasa)
- 1 lata de leite condensado
- côco ralado para polvilhar

Preparo

No liquidificador, bata os ovos + leite + óleo + açúcar + erva-mate.
Coloque a mistura em uma tigela e vá juntando a farinha peneirada.
Misture bem.
Adicione o fermento e mexa delicadamente.
Leve ao forno pré-aquecido por aprox. 40 minutos.
Retire do forno, fure o bolo com um garfo e cubra com o leite condensado.
Polvilhe com côco ralado.
Pronto!

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Receita de Bolinhas de Pinhão

Receita de Bolinhas de Pinhão

Fonte da imagem: receitastipicas.com
muito bom!!!

Boa tarde pessoas do meu Paranã ! Um abraço especial para os meus conterrâneos de Londrina!
Aqui vai uma receita que é a cara do Paraná e que mostra tudo de bom que a nossa Araucária pode nos trazer :-)

Ingredientes

- 1 xíc. de pinhões cozidos e descascados
- 1 cebola média picada
- 1 ovo
- 1/2 xic. de arroz bem cozido
- 2 colh. (sopa) de queijo parmesão ralado
- 2 colh. (sopa) de salsinha picada
- sal e pimenta a gosto
- óleo para fritar

Preparo

Coloque no processador de alimentos os pinhões + cebola + ovo.
Bata bem.
Junte o arroz + queijo ralado + salsinha + sal + pimenta e misture sem bater.
Em uma panela, coloque óleo suficiente para mergulhar os bolinhos, leve ao fogo alto e deixe aquecer.
Quando o óleo estiver quente, coloque colheradas da massa no óleo e frite até os bolinhos ficarem dourados. (cuidado para não queimar o óleo)
Retire com uma escumadeira e escorra bem em papel absorvente.
Pronto!


quarta-feira, 22 de maio de 2013

Receita de Barfi Original (मावा या खोया की बर्फी)

Receita de Barfi Original (मावा या खोया की बर्फी)

Fonte da imagem: mycibo.com
muito bom!

Esses docinhos indianos, cortados em quadradinhos são muito gostosos ;-)
Essa aqui é a receita do barfi puro, sem adições, que lembra muito o doce de leite cachorrada (no gosto).
Existem muitas receitas até mesmo para esse docinho, essa aqui é mais prática e você pode usar a ricota de kefir!

Ingredientes

- 500g de ricota (ou ricota de kefir)
- 250g de açúcar
- 2/3 colh. (chá) de cardamomo em pó
- vanilina
- 1~2 colh. (sopa) de ghee ou manteiga

Preparo

Cozinhe a ricota em fogo baixo, mexendo com uma colher de pau até começar a ficar mais líquida.
Coloque o açúcar, misture.
Quando começar a ferver, desligue o fogo e adicione a vanilina + cardamomo.
Espalhe a massa em uma assadeira untada ou pirex e deixe descansar 4-5 horas.
(Se quiser pode espalhar pela massa amêndoas, pistaches, nozes...)
Quando começar a endurecer marque os losangos onde vão ser cortados.
Se quiser pode colocar na geladeira.
Corte os losangos.
Pronto!

Fonte da imagem: intramop.nic.in

terça-feira, 21 de maio de 2013

Receita de Frango com Páprica (Kuře na Paprice)

Receita de Frango com Páprica (Kuře na Paprice)

Fonte da imagem: labuznik.cz
muito bom!!!

Fiz essa receita tcheca esses dias atrás para acompanhar o knedlíky de batata e ficou muito bom!

Ingredientes

- 4 sobrecoxas de frango (eu tirei a pele)
- 1 cebola picada
- 3 dentes de alho picados
- 1 colh. (sopa) de páprica doce em pó
- 3-4 grãos de pimenta-da-jamaica
- 2 colh. (sopa) de farinha
- 1 colh. (sopa) cheia de creme de leite
- 1 cubo de caldo de frango
- sal e pimenta a gosto

Preparo

Em uma panela, doure a cebola + alho em um fio de azeite.
Coloque o frango + páprica doce + pimenta-da-jamaica e deixe sapecar dos 2 lados.
Adicione a farinha, mexa para cozinhar e vá adicionando água quente + caldo de frango + pimenta, misturando para dissolver as pelotas.
Coloque água até cobrir o frango.
Coloque em fogo baixo e deixe cozinhar até o frango ficar bem macio, mexendo de tempos em tempos para não grudar no fundo da panela.
O molho vai ficar levemente engrossado.
Desligue o fogo, espere 1 minuto e adicione o creme de leite.
Misture bem.
Pronto!

PS: vai muito bem acompanhado de knedlíky normal ou o knedlíky de batata, também vai bem com arroz, macarrão, ravioli, etc.

domingo, 19 de maio de 2013

Receita de Knedlíky de Batata (Bramborové Knedlíky)

Receita de Knedlíky de Batata (Bramborové Knedlíky)

Fonte da imagem: senzarecepty.cz
muito bom!!!

Knedlíky são os pãezinhos cozidos tchecos, que geralmente são servidos com uma carne cheia de molho e repolho cozido.
O knedlíky pode ser de pão ou de batata, doces ou salgados.
Os de batata podem ser puros, com mistura, ou recheados.
Os recheados são feitos separados, em bolas, recheados como coxinhas e cozidos.
Os puros são modelados em forma de tronco, cozidos, e depois cortados em fatias com uma linha.
Vou postar aqui a receita do knedlíky de batata puro, e, a partir daí, a sua imaginação é o limite ;-)

Ingredientes

- 3 batatas grandes (600g)
- 1 ovo inteiro
- 1 gema
- 1 xíc. de farinha instantânea (100g) (ela não empelota quando colocada em líquidos quentes)
- 1 xíc. de farinha de semolina
- 1 pitada de sal

Preparo

Cozinhe as batatas inteiras com as cascas (para não ficar ensopada de água).
Descasque as batatas enquanto estão quentes e amasse-as.

Fonte da imagem: blog.deenaszoo.com

Junte as batatas amassadas o ovo + gema + farinha instantânea + semolina + sal.

Fonte da imagem: blog.deenaszoo.com

Misture tudo muito bem e sove.

Fonte da imagem: blog.deenaszoo.com

PS: se precisar, coloque um pouco mais de farinha.. mas não muito, senão o knedlíky fica muito seco.
Divida a massa em 3 partes e modele 3 troncos.

Fonte da imagem: blog.deenaszoo.com

Coloque na panela com água fervente quantos troncos couberem.
PS: Não deixe os troncos grudarem no fundo da panela.

Fonte da imagem: blog.deenaszoo.com

Ferva por 20 minutos, semi-tampado, usando uma escumadeira para revirar os troncos ocasionalmente.
Retire os troncos da água com cuidado.

Fonte da imagem: blog.deenaszoo.com

Corte em fatias usando uma linha de costura.

Fonte da imagem: blog.deenaszoo.com

Coloque no prato com o molho, a carne e o repolho.
Pronto!
PS: se quiser, depois de pronto e fatiado, pode guardar fechado na geladeira ou congelar.


sexta-feira, 17 de maio de 2013

Receita de Chás Emagrecedores

Receita de Chás Emagrecedores


Fonte da imagem: mdemu,her.abril.com.br
muito bom!!!

Os chás emagrecedores auxiliam no emagrecimento porque possuem algumas características:
- ajudam a saciar a fome e ansiedade
- aceleram o metabolismo (termogênicos)
- aliminam o excesso de líquidos (diuréticos)
- ajudam o movimento do trato intestinal (laxantes leves)
- desintoxicantes

Fonte da imagem: visib.com

Combinar ervas termogênicas, desintoxicantes e diuréticas em um único chá ajuda a emagrecer até  6 kg em um mês

De modo que, um chá que tenha uma combinação de ervas com essas propriedades, irá ajudar um monte e acelerar o processo de emagrecimento, especialmente se você tem hábitos alimentares saudáveis e pratica exercícios físicos.

Exemplos de ervas de cada um desses grupos, que você pode misturar 1 de cada grupo para fazer chás emagrecedores muito bons:


Grupo Diuréticas: fim da retenção hídrica
A ação destes encontra-se no combate a retenção de líquidos. Atuam nos rins e na glândula supra-renal, inibindo um hormônio chamado coristona, que impede a perda de peso.
Opções: Alfafa (Medicago sativa), borragem (Borago officinalis), cabelo de milho (Zea mays), cavalinha (Equisetum arvense), quebra-pedra (Phyllantus niruri) e sete sangrias (Cuphea balsamona), Dente de leão, Abacateiro, Sabugueiro.

Grupo Digestivas
Contra a prisão de ventre, a ação destas são provocadas por ervas que também procuram melhorar a regular as atividades do fígado.
Opções: Cáscara- Sagrada, Chapéu-de-couro, Zedoária, Hibisco, Psilium, Fucus.

Grupo Desintoxicantes: 
ação limpeza
Eliminar substâncias tóxicas através da urina, suoe, ou fezes, é o principal objetivo de tais ervas, que captam toxinas responsáveis por desequilibrar as funções das células e ocasionam um aumento de peso.
Opções: Alecrim (Rosmarinus officinalis), bardana (Arctium lappa), camomila (Matricaria recotita), capim -cidreira (Cymbopogum citrato), cardo-santo ou cardo-mariano (Carduus sanctus), centelha (Centella asiatica), coentro (Coriander spp), dente-de-leão (Taraxicum officinalis), erva-doce (Pinpinella anisum), espinheira-santa (Maytenus ilicifolia), hortelã (Mentha piperita) e sálvia (Salvia officinalis) 
Alfafa, Bugre, Chá-verde, Salsaparilha.

Grupo Calmantes
Para acalmar a ansiedade, estas poderosas ervas interferem no sistema nervoso, trazendo sensações de tranquilidade e calma, o que evita compulsão.
Opções: Alecrim, Capim-Limão, Hortelã, Melissa, Camomila, Jasmin, Mulungu.

Grupo Termogênicas: efeito queima-gordura
Elas fazem com que o metabolismo trabalhe mais rápido, aumentando a queima de calorias e, consequentemente, de gordura. Algumas também têm ação lipolítica (quebram a molécula de gordura já acumulada no organismo), além de reduzir os níveis de colesterol.
Opções: Boldo (Pneumus boldus), carqueja (Baccharis trimera), chás verde, branco e vermelho (Camellia sinensis), casca de laranja amarga (Citrus aurantium), fucus (Fucus vesiculosus), guaçatonga (Caesaria sylvestris), hibisco (Hibiscus sabdariffa) e salsaparrilha (Smilax spp).


Grupo Emagrecedores
O objetivo destas ervar é facilitar o emagrecimento, atuando no fígado, rins e intestino, regulando as atividades destes, e acelerando o metabolismo. Ajudam no processo de quebra de lipídios.
Cuidado: Algumas dessas ervas pode ter efeito laxativo.
Opções: Alfafa, Cavalinha, Cana-do-brejo, Carqueja, Capim-Limão, Graviola.

Uma observação para o sucesso da dieta: mantenha o mesmo mix de ervas por três dias. "As plantas precisam desse tempo para que possam agir de maneira eficiente no organismo e, então, acelerar o emagrecimento", orienta Vanderli. Depois, mude a combinação para criar um novo estímulo e evitar qualquer risco de toxicidade. Então, coloque a água para ferver e elimine o excesso na cintura!

8 Boas Combinações

Fonte da imagem: patriciadavidson.com.br

Se tiver dúvida na escolha das ervas, siga as sugestões da nutricionista e fitoterapeuta Lucyanna Kalluf, do Instituto de Prevenção Personalizada, em São Paulo

1. Chá branco + hibisco + carqueja: o mix exerce ação desintoxicante, eliminado toxinas e gordura, além de melhorar o funcionamento do intestino. E tudo isso faz você perder peso.

2. Dente-de-leão + centelha + alfafa: com alto poder diurético, drena o excesso de líquido e ajuda a varrer para fora do organismo as toxinas que, em excesso, fazem você acumular peso.

3. Chá verde + boldo + cavalinha: potente termogênico, acelera a queima de gordura. Também auxilia na limpeza das toxinas, fazendo o organismo responder melhor à dieta.

4. Carqueja + centelha + cavalinha: tem efeito diurético, pois melhora o funcionamento do fígado. Isso ajuda a desinchar rapidamente, deixando a barriga mais lisinha.

5. Dente-de-leão + chá verde + hibisco: acelera a queima de gordura, além de melhorar o metabolismo do açúcar e da gordura. Com isso, evita que essas substâncias colaborem para o aumento da cintura.

Preparo

Preparar o chá da maneira correta é essencial para deixar a bebida mais gostosa e eficiente contra as gordurinhas. Siga o passo a passo:

Coloque as ervas (1 colh. (sopa) de cada uma, com exceção do chá verde que deve ser usado em menor quantidade: apenas 1 colh. (sobremesa)) em um recipiente de vidro ou porcelana. 
Metais como inox ou alumínio interferem negativamente nas propriedades do chá. 
Em uma panela à parte, leve 1 litro de água ao fogo e, assim que começar a ferver, jogue sobre as ervas.
Abafe com uma tampa ou um pires por 10 minutos. 
Coe e beba frio ou quente, no intervalo das refeições.

Faça apenas a quantidade de chá que você vai consumir no dia. De um dia para o outro, a bebida perde as propriedades fitoquímicas e deixa de promover os efeitos esperados.



6 - Chá de 9 Ervas

Sem contraindicação,. ajuda a perder peso, controla o apetite, o colesterol, além de ser diurético. A recomendação é que seja tomado três vezes ao dia, antes das refeições

Ingredientes

- 50 mg de Centella Asiática 
- 80mg de Melissa Officinalis
- 100mg de Espinheira-santa
- 50mg de Cássia
- 40mg de Alcaçuz
- 100mg de Passiflora
- 80mg de Boldo
- 50mg de Dente-de-leão
- 80mg de urva usi. 

Preparo

Ferva 3colh. (sopa) da mistura das ervas e, 1 litro de água. 
Coe e acrescente gotas de limão e coloque na geladeira.
Pronto!

7- Chá Emagrecedor de Abacaxi com Laranja


Fonte da imagem: embracbt33.blogspot.com


Um ótimo chá para emagrecer mais rápido é o chá de gengibre e carqueja com abacaxi e laranja, pois ele aumenta o gasto calórico, sacia o apetite e ajuda a desinchar o organismo.

Ingredientes

- 1 litro de água
- casca de 1/2 abacaxi
- casca de 1 laranja
- 1 colh. (sopa) de carqueja
- 1 colh.. (sopa) de gengibre

Preparo

Ferva todos os ingredientes com excessão da carqueja por 3 minutos, desligue o fogo e só depois acrescente a carqueja. Tape por cinco minutos, coe e beba a seguir, sem adoçar.
Pronto!

PS: A carqueja possui propriedades diuréticas e laxantes auxiliando no processo de emagrecimento, a casca do abacaxi é rica em fibras diminuindo o apetite e a casca da laranja e o gengibre aumentam o metabolismo, fazendo com que o organismo gaste mais energia mesmo parado. Além disso este chá é rico em vitamina C que fortalece o organismo, e auxilia no combate às doenças do fígado, tendo aroma e sabor agradáveis.
Pode-se beber até 1 litro deste chá por dia, entre as refeições. Mas para alcançar melhores resultados, recomenda-se fazer dieta e exercícios regularmente.

8- Chá Emagrecedor de Gengibre


Fonte da imagem: tavolacalda.com.br

Ingredientes

- 5 cm de raiz gengibre
- ½ litro de água
- 1 pitada de noz moscada
- 4 cravos-da-índia
- ¼ de limão
- 1 canela em pau


Preparo

Prepare um suco de gengibre e limão, depois o adicione em um recipiente com a água e os demais ingredientes. Ferva o chá por alguns minutos e com isso ele estará pronto para o consumo.
Pronto!

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Receita de Pão de Sanduíche Sem Glúten

Receita de Pão de Sanduíche Sem Glúten

Fonte da imagem: noglutennoproblem.blogspot.com

nossa!!!

Esse pão fica douradinho e mantém o formato muito bem.

Fonte da imagem: noglutennoproblem.blogspot.com

Ele fica com uma boa casquinha, úmido por dentro, mas sem ser  borrachudo :-) (o que acontece em receitas que vai muita goma xantana e/ou muita clara de ovos.

Fonte da imagem: noglutennoproblem.blogspot.com

E é ótimo para sanduíches! Ele se fatia muito bem, mesmo fatias mais finas, sem se "desintegrar" esfarelando para todos os lados.

Fonte da imagem: noglutennoproblem.blogspot.com

Ingredientes

- 1 e 3/4 xíc. de leite
- 2 colh. (sopa) de açúcar
- 1 colh. (sopa) de manteiga com sal
- 1 e 1/2 colh. (chá) de sal
- 3 claras
- 3 xic. de Mistura de Farinha Artesanal Sem Glúten
- 1/2 colh. (chá) de goma xantana
- 2 e 1/4 colh. (chá) de fermento biológico seco

Preparo

Em uma panela, aqueça o leite + açúcar + sal + manteiga, até derreter tudo muito bem.
Desligue e espere amornar (não quente, senão mata o fermento).
Adicione as claras e bata para misturar bem.
Em uma tigela em separado, misture a farinha + goma xantana + fermento biológico.
Vá colocando essa mistura dentro da panela, misturando bem.
Coloque a massa do pão em uma forma de pão untada.
Cubra com um pano e deixe crescer por 30 minutos.
Enquanto isso, pré-aqueça o forno a 200C.
Asse por 40 minutos.
Deixe descansar por 10 minutos dentro da forma de pão.
Transfira o pão para uma grelha para terminar de esfriar.

Fonte da imagem: noglutennoproblem.blogspot.com

Pronto!

PS: use um fermento biológico ativado Sem Glúten :-)

Fonte da imagem: noglutennoproblem.blogspot.com


quarta-feira, 15 de maio de 2013

Receita de Mistura de Farinha Artesanal Sem Glúten

Receita de Mistura de Farinha Artesanal Sem Glúten

Fonte da imagem: therootofhealth.com
olha!

Só quem não pode comer alimentos com glúten sabe a dificuldade que é passar por uma padaria e ver aqueles pães quentinhos, crocantes, saindo do forno, ou no restaurante aqueles pratos lindos de macarrão, lasanha e afins.
Aqui vai uma receita de "mix de farinha" sem glúten, para usar em receitas :-) e, amanhã, vou postar a receita de um pão para sanduíche bem bonito, para se fazer com essa farinha :-)
Para quem não sabe, é possível obter pães, bolos e outras panificações bem fofinhas, feitas com farinha sem glúten, mas, para tanto, é preciso adicionar um pozinho chamado goma xantana.

Fonte da imagem: megustaestarbien.com

Aqui vai a receita-base da farinha e algumas possíveis substituições:

Ingredientes

Para 3 xícaras
- 1 e 1/4 de xíc. de farinha de arroz integral (156g)
- 3/4 de xíc. de farinha de sorgo (88g)
- 2/3 de xíc. de amido de milho (90g)
- 1/4 de xíc. de fécula de batata (37g)
- 1 colh. (sopa) + 1 colh. (chá) de farinha de batata (14g)
- 1 colh. (chá) de goma xantana (3g)

Para 12 xícaras
- 5 xíc. de farinha de arroz integral (625g)
- 3 xíc. de farinha de sorgo (350g)
- 2 e 2/3 de xíc. de amido de milho (360g)
- 1 xíc. de fécula de batata (148g)
- 1/3 de xíc. de farinha de batata (57g)
- 1 colh. (sopa) + 1 colh. (chá) de goma xantana (14g)

Misture tudo e pronto!

Substituições Comuns

Se você é sensível a algum dos componentes da mistura (ou não tem para comprar), não se preocupe!
Faça as possíveis substituições:

Sorgo: omita o sorgo e substitua por farinha de arroz integral adicional.
Milho: omita o amido de milho e substitua por araruta (use aprox. 2/3 do que usaria em amido de milho)
Batata: omita a fécula ou a farinha, e substitua por 1/3 de xíc. de polvilho doce, ou 1 e 1/3 xíc. para a receita de 12 xícaras.

1 xíc. da Mistura de Farinha Artesanal Sem Glúten = 125g.

Pronto!

Receita de Sopa Creme de Frango

Receita de Sopa Creme de Frango

Fonte da imagem: tastyappetite.net
muito bom!

Essas sopinhas são ótimas para se tomar em dias frios, chuvosos ou a qualquer momento que dê aquela vontade de comer uma coisa mamis levinha ;-)

Ingredientes

- 500ml de caldo de frango
- 500ml de água
- 200g de carne de frango
- 1 cebola pequena picada
- 1 talo de salsão picado
- 1 cenoura picada
- 1 colh. (sopa) de manteiga
- 1/3 de xíc. de farinha
- 1/2 xíc. de creme de leite fresco
- salsinha picada
- sal e pimenta a gosto

Preparo

Em uma panela, coloque a água + caldo de frango + frango + cebola + salsão + cenoura + sal + pimenta.
Cozinhe com a panela meio tampada até o frango e as verduras ficarem cozidos.
Retire o frango, separe e descarte os ossos e desfie a carne.
Reserve a carne e o caldo separados.
Em outra panela, derreta a manteiga, adicione a farinha e mexa por uns 2 minutos.
Aos poucos vá juntando o caldo reservado e o creme de leite fresco, mexendo sempre.
Tampe a panela e deixe ferver em fogo médio.
Junte o frango e cozinhe mexendo ocasionalmente por 15 minutos.
Assim que a sopa engrossar e estiver cremosinha desligue o fogo.
Polvilhe com a salsinha picada e sirva quente.
Pronto!


sexta-feira, 10 de maio de 2013

Receita de Buchada À Romana (Trippa Alla Romana)

Receita de Buchada À Romana (Trippa Alla Romana)

Fonte da imagem: trippa-advisor.it
nossa!!!

A buchada (dobradinha) é um prato pobre, mas muito substancioso da cozinha popular tradicional italiana.
Na Itália, muitas regiões têm a sua própria receita para preparar a buchada, entre tantas versões, as mais conhecidas são a Buchada à Florentina, à Napolitana, à Bolonhesa e à Milanesa.
A que apresentamos agora é a Buchada à Romana. Os ingredientes que caracterizam a buchada à romana são o queijo pecorino romano e a menta. À moda antiga, esses dois ingredientes eram colocados já nas fases iniciais do prato, mas as versões mais modernas colocam por último.

Ingredientes 

- 1 kg de bucho de vitela ou de boi (dobradinha)
- 2 talos de salsão picadinhos
- 1 cenoura ralada
- 1 cebola grande picadinha
- 2 dentes de alho picados
- 1 pimentão vermelho sem pele picado
- 1 copo de vinho branco seco
- 2 latas de molho de tomate (ou passata)
- 80g de queijo pecorino romano ralado
- 2 ramos de menta picada
- água quente ou caldo para cozinhar (eu recomendo caldo de bacon)
- sal e pimenta a gosto

Para limpar o bucho
- suco de limão
- 2 folhas de louro
- 1 colh. (sopa) de vinagre
- 2 xíc. de fubá mimoso

Preparo

Na noite anterior
Limpando o bucho
Com uma esponja de lavar louça nova, lave e esfregue bem o bucho em água corrente.
Pique o bucho em tirinhas bem fininhas e coloque de molho em água por 30 minutos.
Troque a água e deixe mais 1 hora de molho.
Troque a água novamente e esprema suco de 1/2~1 limão na água.
Misture e deixe descansar da noite para o dia.
No dia seguinte, escorra bem o bucho.
1.a Coloque em uma panela, cubra com água e ferva por 5 minutos.
2.a Escorra bem, cubra com água + uma esguichada de vinagre e ferva novamente.
3.a Escorra novamente, cubra com água + louro e ferva mais 5 minutos.
4.a Escorra, retire o louro, cubra com água + 2 xíc. de fubá mimoso e ferva novamente.
Lave em água corrente, escorra bem e reserve.

Cozinhando 
Em uma panela, doure a cebola + salsão + cenoura + alho + pimentão em 1 fio de azeite.
Adicione o bucho já limpo e misture bem.

Fonte da imagem: giallozafferano.it

O bucho vai soltar água e assim que secar, adicione o vinho.
Misture devagar e, quando o vinho tiver evaporado, adicione o molho de tomate.

Fonte da imagem: giallozafferano.it

Misture bem, espere uns 2 minutos e coloque o sal + pimenta a gosto.
Deixe cozinhando em fogo baixo, com a panela tampada.

Fonte da imagem: giallozafferano.it

Quando secar, adicione o caldo aos poucos, e repetindo até que o bucho esteja bem cozido.
Quando estiver cozido, desligue o fogo e coloque o queijo ralado + menta picada.
Misture tudo muito bem.
Pronto!



quinta-feira, 9 de maio de 2013

Receita Universal Para Pães Com Massa-Mãe Madura

Receita Universal Para Pães Com Massa-Mãe Madura

Fonte da imagem: thefreshloaf.com
interessante!!

Muitas pessoas que mantêm o seu "fermento caseiro/ massa-mãe, madre, ácida, levedada" não fazem pães com tanta frequência, e morrem de dó de jogar fora parte do fermento que estava na geladeira, para poder re-alimentar a sua cultura.
Então elas simplesmente adicionam alimento "proporcional" para o fermento e quando se deparam com a geladeira, elas tem um monte de massa levedada para usar.

Se quando você abre a geladeira você acha que o seu fermento vai pular para fora e te atacar de tão grande... essa receita é especialmente para você!!!

Descobri por acaso, uma receita universal francesa, que serve como guia de quantidades, para fazer pães utilizando justamente essa massa de fermento que seria descartada inevitavelmente.
A autora é Flo Makanai, que faz pães com massa-madre há 20 anos.
Originalmente chamaram a receita de "1, 2, 3, Pain Au Levain" ... mas ela é genérica e tão boa, que realmente é uma "Receita Universal".

- Líquido: o líquido usado no seu pão pode ser água, leite, leite de arroz, leite de soja, de aveia, de amêndoas, etc...
- Farinha: pode ser somente de 1 tipo ou a mistura de várias.
Os melhores resultados podem ser obtidos usando uma mistura de 10% de farinha de centeio + 20% de farinha integral + 70% de farinha normal para pães.

É claro que se você quiser você pode adicionar outros ingredientes na massa, como matéria grassa (óleo, manteiga, banha), mel, xarope de ágave, frutas secas, sementes de todo tipo, toucinho, tomates marinados, queijos, ervas, etc.

Fonte da imagem: thefreshloaf.com

Receita Universal

Peso de Massa-Mãe Madura: A
Peso de Líquido:       2A
Peso de Farinha:       3A
Peso de Sal: de 1,8% ~ 2% de 3A

Ex: se o peso de massa-mãe é 125g , então A= 125g
portanto, Peso de líquido = 2A = 250g ,
Peso de farinha = 3A  = 375g ,
Peso de sal = (3A x 2)/100 = ~ 7g

Preparo

Misture a massa-mãe madura + água + farinha.
Deixe descansar 30 minutos coberta com um pano úmido.
Sove a massa adicionando o sal.
Deixe crescer novamente (dobrar de volume) e asse em forno a 200C por uns 30-40 minutos, fazendo o teste do palito (espeta o pão, se o espeto sair limpo, está cozido).
Pronto!

Fonte da imagem: manakaibio.com



quarta-feira, 8 de maio de 2013

SORTEIO DIA DAS MÃES!

SORTEIO DIA DAS MÃES! 

Em parceria com a BioLogicus® - KIT CLEÓPATRA DE COSMÉTICA PROBIÓTICA com: Máscara facial anti-rugas, Hidratante facial e Espuma de Limpeza 



COMO PARTICIPAR: CLIQUE AQUI: http://goo.gl/xyIjF 

TEM CHANCE EXTRA: (opcional)
♥-Para preencher mais UMA VEZ o formulário, marque CINCO amigos aqui nos comentários.
♥-Para preencher mais UMA VEZ o formulário, curtir a fan page do Kefir Alimento Probiótico em modo público.
♥-Para preencher mais UMA VEZ o formulário, compartilhar este post em modo público e cole o link no formulário.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:
-Perfis fakes não serão válidos, deverá ser com o nome do inscrito.
-Morar ou ter endereço de entrega no Brasil
-Inscrições para o sorteio até o dia 12 de maio de 2013 o sorteio será no dia 13 de maio de 2013.

BOA SORTE!

Receita de Pão Sem Sovar Com Massa-Mãe (No-Knead Sourdough Bread)

Receita de Pão Sem Sovar Com Massa-Mãe (No-Knead Sourdough Bread)

Fonte da imagem: laurassweetspot.com
muito bom!!!

Os melhores pães geralmente são feitos de poucos ingredientes e um deles é a massa-mãe/ massa-madre/ iniciador, que nada mais é que um "fermento caseiro".
Quando se usa essa massa fermentada artesanal, é possível fazer aqueles pães que têm "cheiro de padaria" e que são leves, bem fofos por dentro e que têm uma casca crocante por fora.
O que realmente faz a diferença é o fermento caseiro. Existem vários tipos e maneiras de se fazer esse fermento.

Exemplos de outros fermentos caseiros (massas-mãe/ levedadas/ madre/ iniciadores) :
Fermento Natural com Kefir
Massa Levedada de Trigo Integral

Quanto mais tempo de "existência" essa massa levedada tiver, geralmente melhor será o pão feito com ela.

Fonte da imagem: laurassweetspot.com

Por se tratar de leveduras (organismos vivos), é importante que sempre haja "alimento" disponível - amido da farinha - senão eles irão morrer e o fermento estragar. Então é necessário sempre se lembrar de "alimentar" o seu fermento.
O fermento depois de pronto, deve ser mantido na geladeira e alimentado pelo menos 1x por semana, retirando antes, cerca de 50% da sua massa. Muitas pessoas descartam essa massa... mas amanhã ensinarei como utilizá-la e assim não perder nada. Isso é bem interessante para quem só quer fazer 1 panificação por semana.
Há a possibilidade também, de usar esse fermento 2x por semana, realimentando quando retirar a massa e dando 2 dias para ele descansar entre 1 pão e outro.
E, é claro, existe também a opção de usar o seu fermento diariamente... nesse caso... o fermento deve ser mantido fora da geladeira e realimentado todos os dias. Aí sim será possível entender a importância da idade do fermento: fermentos que são usados diariamente e que têm menos de 10 dias de vida, devem ser usados em pães, com uma adição de 1/4 colh. (chá) de fermento biológico seco. Fermentos de uso diário, que têm mais de 10 dias de vida, já são fortinhos o bastante, e podem ser usados para fazer pães sem nenhuma adição de fermento comprado.
Existem pessoas que têm massas de fermento caseiro de 150 anos na geladeira, passados de geração em geração.
Os diferentes tipos de massas-mãe são aptas a serem usadas em qualquer receita.

Vamos agora à receita do pão sem-sovar fofinho, cheiroso e crocante, e após essa receita, deixo mais uma opção de massa-mãe, que a autora do pão utilizou, por preferência, nesse caso.

Ingredientes

- 325g de farinha
- 200g de iniciador (massa-mãe)
- 275g de água
- 1 colh. (chá) de sal
- 1/4 colh. (chá) de fermento biológico seco (se o fermento for de uso diário e tiver menos de 10 dias de vida)
- semolina ou fubá grosso para polvilhar por cima antes de assar

Preparo

Em uma tigela grande, misture a farinha + iniciador + água + sal + (fermento se precisar), até ficar homogêneo.
Cubra a tigela com um plástico filme e deixe descansar da noite para o dia (de 8 a 12 horas).
Para formar o pão, coloque uma quantidade generosa de farinha sobre a mesa.
Coloque a massa da tigela sobre a superfície enfarinhada e polvilhe gererosamente com mais farinha por cima.

Fonte da imagem: laurassweetspot.com

Gentilmente, ajeite as pontas da massa para dentro por baixo, para a massa ficar com um formato redondo.
Coloque mais farinha sobre um pano de prato limpo.

Fonte da imagem: laurassweetspot.com

Transfira o pão para o pano de prato, com o lado "bonito" para baixo.
Polvilhe com semolina, ou fubá grosso ou mais farinha.

Fonte da imagem: laurassweetspot.com

Cubra envelopando com o pano de prato.
Pré-aqueça o forno a 250C com uma assadeira grande com tampa por pelo menos 30 minutos.
Retire a assadeira com cuidado, remova a tampa.
Polvilhe a assadeira quente com semolina.
Com cuidado, vire o pão do pano de prato para a assadeira (o lado bonito vai ficar para cima... não precisa ficar centralizado).

Fonte da imagem: laurassweetspot.com

Cubra com a tampa e asse no forno por 30 minutos.
Retire a tampa e asse a 200C por mais 15 minutos, até o pão ficar corado.

Fonte da imagem: laurassweetspot.com

Esfrie o pão sobre uma grelha de metal por pelo menos 30 minutos.
Olha como a casca fica crocante!

Fonte da imagem: laurassweetspot.com

Pronto!!
Fonte da imagem: laurassweetspot.com

Agora, a receita da massa-mãe que foi usada nessa receita, por preferência da autora:

Massa-Mãe

Ingredientes

- 150g de farinha
- 150g de água
- 2 colh. (sopa) de iogurte natural

Preparo

Dia 1: misture 50g de farinha + 50g de água + 2 colh. (sopa) de iogurte natural.

Fonte da imagem: laurassweetspot.com

Coloque em um pote grande com espaço, cubra com plástico filme e deixe em um lugar morno sem bater sol direto.

Fonte da imagem: laurassweetspot.com

Dia 2: com uma colher limpa, adicione 100g de farinha + 100g de água ao fermento anterior, misture bem, cubra novamente com o plástico e deixe quietinho no mesmo local.

Fonte da imagem: laurassweetspot.com

Dia 3: Hoje você pode fazer o seu primeiro pão (embora seja altamente recomendado não fazer o primeiro pão antes do dia 4 ou 5), mas vai precisar adicionar 1/4 colh. (chá) de fermento biológico fresco na receita. (Você retirou 200g de fermento, então reponha com 100g de farinha + 100g de água), misture, cubra o pote e deixe descansar.
Dia 4 em diante: retire 200g do fermento e use para fazer pão ou simplesmente jogue fora. Reponha com 100g de farinha + 100g de água, misture, cubra e deixe descansar.
Em algum dia em torno do dia 10 ~15 de vida do fermento, ele vai começar a mostrar mais sinais de vida. Basicamente ele vai começar a borbulhar. Quando isso acontecer, você pode começar a manter o fermento na geladeira e parar de alimentá-lo todos os dias. A partir de agora você vai alimentá-lo 2x por semana (ou mais, se for panificar), sempre retirando 200g de fermento e repondo com 100g de farinha + 100g de água.
Pronto!
Seu "bichinho de geladeira" já está "criado" e faminto para fazer pães deliciosos!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...