quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Eu Escalei o Monte Fuji (Parte III)

Eu Escalei o Monte Fuji (Parte III)

pois é.. agora sobre a minha subida..rs

Eu e o Roman (meu marido) começamos a subir as 9 da noite.. com a mera ilusão de que íamos chegar no topo p/ ver o nascer do sol as 5 da manhã....

Na estação 5 a propaganda visual funciona bem... com uma lojona boa, cheia de docinhos, souvenirs, etc etc... até o caminho entre a estação 5 e 6 é legal... largo, poucas pedra.. sopinha no mel...

MAS A HISTÓRIA DA PROPAGANDA PARA POR AÍ....heheh
AGORA VEM A REALIDADE CRUEL


a Estação 6 já é um pouco menor.. e a 7 escamba de vez...
o caminho entre a estação 6 e 7 já começa a ficar punk... e por aí vai..
caminho estreito (o mesmo p/ subir e descer) tem hora que é pura pedra.. pirambeira da brava mesmo... que é bengala + 2 mãos p/ ajudar.. e só não usa a língua porque é curta..rsrs

o negócio é subir de boa... esquece de horários...
a partir da estação 7 vc já se encapota de roupa.. e também já começa a passar mal por causa da altura... vai demorar um bom tempo p/ acostumar...
por isso a gente subiu devagar... e dando paradas, sentando em pedras no meio do caminho uns 10 min. cada.. p/ aguentar a subida.. porque você perde o fôlego... dá um pouco de dor de cabeça, náusea, tontura.. as vezes parece que você tá bêbado de leve... por isso.., vai devagar..

na previsão do tempo falou que tinha 20% de chance de chover... RESULTADO...
choveu a merda da noite inteira.. com um vendaval cortante, frio do kct...
eu tava sem chaveu.. sorte que a capa de chuva tinha gorro p/ proteger o ouvido do vento.. pq já tava dando dor de ouvido...

a gente chegou na estação 8 e não aguentou por causa do tempo + altura...
fomos p/ o hotel paiol-pulgueiro.

você chega p/ o japonês e pergunta quanto que é.. e ele taca o preço lá em cima (5,000Y).. daí a gente olhou com cara feia, e resolveu ir no banheiro p/ "pensar um pouco"...

daí a gente num tava aguentando mesmo..

voltamos no paiol-pulgueiro e o Roman perguntou o preço de novo...

o japonês abaixou p/ 4,000Y pila por pessoa.. daí a gente entrou.. mas fiquei com raiva pq ouvi ele falando p/ uma japonesa que custava 3,500Y ... fdp mafioso!

futon furreca-quase chão + edredon + travisserim = todo mundo junto, um do lado do outro, sem aquecimento, tremendo de frio e presenciando todos os tipo inimagináveil de roncos e peidos que vc nunca ouviu antes.... melódico...

mas p/ quem tá morto, melhor do q nada ;-)

dá 6 da manhã, o japonês acende a luz na cara de todo mundo e bota o povão p/ fora .. (detalhe q ele tinha falado que podia ficar até as 7)...

daí vc toma coragem e continua subindo com paradas, andando q nem velhinha de 95 anos...

Eis que vc vê um portãozinho japonês, que marca a entrada do topo...

lá em cima tem o ÚNICO banheiro decente de todo o lugar (p/ compensar quem conseguiu chegar lá)...

tem um templinho miúdo, onde vc pode colocar uns carimbos especiais na sua bengala.. (pq é o topo né), e uma taberna... que vende cup noodles de 100Y por 800Y...

mas vc acaba pegando p/ se esquentar... quando eu fui tava tudo nublado, então num vi nada.. a gente acabou não gastando tempo lá... só descansamos um pouco (se é q é possível), e começamos a descida....

descer é mais fácil..., ÓVIBIO... mas vc já tá estourado da subida.... então já viu... tem que tomar MUUUITO cuidado, pq o q era pior na subida (pedras) é melhor na descida... então vc tá descendo e vê aquele caminho bonito... lisinho.... e vai com tudo né mané...

dá um escorregão e quase vai com a cabeça na pedra... tem que ir com cuidado...

na descida o Roman me deu muito trabalho.. tava exausto, e eu tinha q ficar segurando ele com a mão.. além das paradas exaustivas, showzinho de estafa...etc.. um neném..hehehe (ele só sentiu antes o que eu senti depois) os músculos das pernas endurecem, começam a tremer de graça.. e vc num consegue nem ficar de pé.. quanto menos andar...

mas o que não ajudou e foi p/ matar... foi um solzinho safado que abriu no meio da descida... (A GENTE É RUIVO)... e não levou protetor solar.... resultado... ÃN....FODEU.. como lá em cima não tem nuvens.. até o sol mais fraco vem com tudo... vcs vão ver o resultado mais p/ frente...

chegamos enfim, aos trancos e barrancos na estação 5.. de noite já.. tínhamos perdido o último busão que levava p/ a estação Shin-Fuji de Shinkansen...

comprei 2 caixas de docinho esquisito.., e por sorte o motorista ia fazer uma última viagem, mas p/ a estação Fujinomiya de trem.. mas ele aceitou os nossos tickets...

chegando lá.. pegamos um táxi... pq senão a gente ia ficar preso naquela cidade.. pq os trens param de funcionar a meia noite...

Chegando na Shin-Fuji... 9:30 da noite... o legalzão fala... "num tem mais trem p/ Kyoto hoje"...

e aí?! o que fazer?! - baixou um santo na hora..heheh

eu perguntei.. mas tem shinkansen p/ Nagoya hoje ainda? (pq é cidade maior, e no meio do caminho.. lá a gente se vira)... o cara falou TEM!

FELIZ, FELIZ

chegamos em Nagoya meia noite... trem? isso não te pertence mais... fecharam a estação e tacaram todo mundo p/ fora... detalhe... primeiro shinkansen do dia p/ Kyoto - 6:30 da manhã... uma bela sala de espera do shinkansen, tudo estofado, fofinho... E VC NÃO PODE USAR! FICA TUDO TRANCADO!

fomos atrás de um hotel da estação.... Tudo Lotado!... daí vem o migué... o japonês do hotel fala... ah... tem um outro hotel aqui perto.... 22,000Y (p/ entrar a 1 da manhã e sai as 10)..sei... NEM F****** DEBAIXO DE CHUVA DE FACA ENFERRUJADA!

dai blz... agora começa o penúltimo capítulo chamado:

UMA NOITE GRÁTIS DE MENDIGO

Nagoya tá cheia de gente dormindo na rua por causa da crise né?... então...

a gente saiu da estação e pensou... ah, vamo num Mc Donalds 24h e vamo tomar um suco por hora, e ficar lá dentro né... daí a gente achou um mac 24h... cheguei p/ pedir no balcão... e a mulher...

- vc vai comer lá fora né??? pq a gente tá fechando...

e eu ?????? mas tá escrito 24h lá fora?! .. a mulher... - ahhhh, mas é só p/ tiragem...

ao invés de colocar só uma janelinha de drive thru, vc entra, ve as cadeiras fofinhas vazias, e não pode sentar.. blz... num comprei nada nakela birosca e saímos fora..

vi um restaurante simples do outro lado da rua 24h.. entramos, comemos uma sopinha.. mas a gente tava muito cansado p/ ficar lá... e a gente já começou a perceber que tinha torrado a cara de sol...

eu falei.. ah, vamo lá do lado da estação, q tem um lance de escada, a gente senta, taca a mochila no colo e tenta dar uma cochilada até a hora do trem... blz.. sentamos..

eu não tinha visto q era do lado de um posto policial... de repente, passa um monte de motoqueiro baderneiro, provocando a policia, na rotatoria da frente do posto... lá vai policial com cacetete correndo p/ o meio da rua p/ acertar os infelizes... daí eles foram embora...

a partir dai o policial ficava andando com a bicicleta, e de olho na gente, até q veio perguntar se tava tudo certo.. dai a gente explicou q tava esperando o trem das 6.. e ele foi de boa... resumindo, nun dormimos nada pelo 3 dia seguido... um caco...

compramos a passagem, voltamos p/ Kyoto.. casa-banho-olha no espelho o camarão- dorme

pra quê...

no dia seguinte...

meu rosto e o do Roman incharam tanto, tanto, que a gente nem conseguia abrir os olhos... nunca fiquei assim antes na minha vida... e era domingo p/ ajudar.. tava até com falta de ar... chegou segunda e ficou pior ainda... fui no médico.. depois de 2 dias passando creme, começou a desinchar... já consigo abrir os olhos.. vou voltar no médico amanhã...

além do inchado, foram bolhas no queixo e nariz.. e a boca morreu, e criou uma casca por cima (escara), não conseguia nem falar.. rachava e sangrava... o Roman então... conseguiu queimar mais do que eu.... perdeu pele em umas regiões da testa, ficou com bolhas atrás das orelhas no pescoço.. e o rosto inteiro morreu, ficou com uma cor amarelada-bronze... não saímos na rua...

mas assim, resumindo... subir é muito legal, ver o povo subindo junto... chegar no topo, ver as nuvens... só que é bem complicado p/ quem não tem um preparo físico bom, porque o desgaste físico não tá escrito no gibi....

se eu subiria de novo?

só em 3 casos:

- se for de helicóptero

- se for de teleférico (q não existe lá)

- se for montada numa lhama

a pé? pode vir até maremoto, que se eu tiver 4 horas p/ me salvar subindo akela pirambeira, eu vou é morrer afogada mesmo..heheheheh

mas valeu a experiência....

agora, algumas fotos da façanha...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...