sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Receita de Kvass (Квас) - "Refri de Cerveja, Bebida de Rei"

Receita de Kvass (Квас) - "Refri de Cerveja, Bebida de Rei"

muito bom! testado, provado e aprovado!

O kvass é uma bebida gaseificada, escura, espumante e refrescante. Ele é feito a partir da fermentação do centeio, com açúcar e temperos aromáticos.
Na Ucrânia, Rússia e afins, você pode comprar kvass no supermercado (que já não são tão bons quanto os de antigamente), na sessão de refrigerantes, em feiras livres, na rua, feito em casa por seres mortais..rs.

                                          Fonte da imagem: privet.ru 

História do Kvass

Kvass - uma das melhores bebidas não-alcoólicas. Em sabor e qualidades nutricionais não há igual. Foi inventado há mais de mil anos, e continua popular até os dias de hoje. Na região eslava, a primeira menção escrita do kvass se refere ao ano 989, quando o Príncipe Vladimir de Kiev introduziu à população a cristandade.  "Nos anais da ocasião foi escrito - "Distribua ao povo comida, mel e kvass."
  Bacteriologistas, infectologistas e profissionais de saúde, questionam que o fermentado possui propriedades bactericidas. Em 1913, Sotnikov confirmou a morte de patógenos da febre tifóide e paratifóide na presença de Kvass. Se considerarmos que, em meio aos elementos-traço encontrados no kvass, temos mais de 10 aminoácidos e 8 deles são essenciais, então o valor do kvass se torna ainda mais significativo.  A quantidade de vitaminas no kvass a primeira vista não é muito grande, mas o seu consumo regular traz um efeito positivo.
Fonte da imagem: byaki.net

Uma bebida feita a base de  centeio e malte de cevada, não só tem grandes qualidades de sabor, mas revigora e normaliza os processos metabólicos do corpo. (É uma bebida probiótica).  Os efeitos no corpo são similares aos do kefir, Yakult, Activia e outros produtos lácteos probióticos contendo Lactobacillus acidophilus e Cia. Kvass, como qualquer outro produto de fermentação ácido-láctea, regula as atividades do trato gastrointestinal e evita o aparecimento de microorganismos nocivos, além de aumentar o tônus do corpo, melhorar o metabolismo e ter um efeito positivo no sistema cardiovascular. Essas propriedades curativas são explicadas pela presença do ácido lático, vitaminas, aminoácidos livres, vários açúcares e elementos-traço.
 Kvass ajuda o apetite e tem um valor nutricional alto. Não é a toa que muitos países ocidentais se interessaram pelas receitas do Kvass.
Em uma competição internacional que aconteceu em 1975 na Ioguslávia, um kvass (produzido em Moscou) conseguiu 18 pontos, enquanto que a bem-conhecida Coca-Cola ganhou só 9.8 pontos. Na região eslava, o kvass sempre foi muito apreciado. Ele era fermentado em monastérios e barracas de soldados, hospitais e paradas de viajantes. Em todas as casas, os métodos para se fazer kvass eram tão bem conhecidos como os métodos para se fazer pão.
                                         Fonte da imagem: slavyanskaya-kultura.ru

Os séculos de experiência mostram que o fermentado ajuda a manter a saúde e aumenta as capacidades físicas e mentais. Quando alguém ia fazer algum trabalho braçal, como fazer escavações, moer trigo, cortar lenha, ao invés de levar consigo alguma bebida à base de leite, frutas, eles sempre levavam kvass, porque eles acreditavam que o kvass reduzia a fadiga e dava refrescância. Essas propriedades do kvass foram confirmadas pelos cientistas. A introdução do extrato do malte à dieta de atletas obteve um efeito positivo, especialmente no tônus muscular. Então, bebida à base de extrato de malte permite aos atletas aumentar a performance física, combate a fadiga e aumenta os músculos.
A preparação do kvass em receitas antigas é um processo muito complexo, trabalhoso e demorado. Através do molho dos grãos, sua germinação e abafamento antes da secagem, moagem e cozimento, o procedimento é digno de mais de 70 dias. Mas hoje em dia se pode comprar kvass concentrado, o que torna as coisas muito mais fáceis. Vale a pena consumir o kvass tão frequentemente quanto o possível. 
Pode-se perceber o valor do kvass através dos provérbios e ditados. Aqui vão alguns deles:

"Квас, как хлеб, никогда не надоедает"- "Kvass é como pão, nunca se enjoa"
"И худой квас лучше хорошей воды"- "Um kvass mal-feito é melhor que água boa"
"Щи с мясом, а нет - так хлеб с квасом"-"Sopa de repolho e carne, se não tiver - então vai pão e kvass" "Кабы хлеб да квас, так и все у нас"- "Se tivermos pão e kvass, temos tudo o que precisamos"

Fonte da imagem: kachestvo.ru
 
Fermentar kvass era uma necessidade em todas as casas antigamente. Através da literatura é sabido que a arte de fazer um kvass delicioso, aromático e adocicado já era conhecida pelos eslavos orientais muito antes da formação do império kievo-russo. Artesãos fizeram muitas variedades de kvass. Até mesmo os mais básicos são difíceis de enumerar. A presença do kvass indicava o bem-estar da casa, da força e sustentabilidade da vida de quem morava ali. Já dizia o poema de Sergei Esenin chamado "Anna Snegina" onde ele escreve: "Todos tem janelas pintadas, carne e kvass nas férias". Pushkin expressou o valor do kvass: "Se fermenta tanto quanto o ar é necessário."

No século passado os russos não conseguiam viver sem kvass. Kvass era bebido durante o trabalho, depois do trabalho, antes e após as refeições (praticamente como o cafezinho brasileiro). Kvass era bebido todos os dias.

Mas vamos à receita que é o que interessa: para fazer 6 litros de Kvass:

Ingredientes

- 1 Kg de pão de centeio (pão preto)
- 6 litros de água fervente
- 30g de fermento biológico seco ou 1 e 1/2 tablete de fermento biológico fresco
- 125g de açúcar normal
- 125g de açúcar mascavo
- 50g de uvas-passa
- 5 ramos de menta/hortelã (opcional)
- 5 folhas de cassis-preto (opcional)
- 20 g de raíz forte picada (opcional)
- 5 colh. (sopa) de mel

Preparo

Corte o pão em palitos (como batata-frita).
Coloque espalhado numa assadeira e deixe no forno em fogo baixo até que vire uma torrada bem moreninha (mas não queime senão fica amargo).

Coloque as torradas no recipiente onde a bebida será fermentada (NÃO pode ser recipiente metálico).
Adicione 6 colh. (sopa) do açúcar, jogue toda a água fervente por cima e dê uma misturada (não esmague o pão).
Espere a mistura amornar até uma temperatura de ~37C.(se for muito quente o fermento morre)
Adicione o fermento biológico e misture.
Feche o recipiente e deixe descansar 2 dias em local morno à sombra.

Depois de ter descansado, abra o recipiente, peneire com um filó bem fininho para separar o líquido da massa fermentada. (reserve a massa fermentada)
Coloque o resto do açúcar e adicione os temperos.
Depois de uns minutos a reação já começa.

Misture bem, feche novamente e deixe descansar umas 8 horas (da noite para o dia, ou dia para a noite).
Abra o recipiente e engarrafe o kvass junto com os temperos e leve à geladeira.
Depois de gelado pode tomar!

PS: se tiver muito quente ou fermentar demais, ele pode virar cerveja. 
Normalmente, como o Kvass vem do processo de fermentação, ele vai ter em torno de 1-2% de teor alcoólico. Dentro da geladeira, o kvass dura até 4-5 dias (mas duvido que não acabe antes).
PS2: a massa fermentada que você coou, você pode colocar num potinho e guardar na geladeira.
Esse é o melhor fermento para se fazer kvass. Usa-se em maior quantidade que o fermento comum, mas a cada fermentação a massa do kvass produz uma bebida mais saborosa.
Se não for reutilizado, a cada 1 mês é preciso "alimentar" a sua massinha para ela não morrer. Coloque mais pãozinho picado e/ou um pouquinho de açúcar e misture.
Sua massinha viva é sua fonte eterna de kvass, e ela faz o kvass ficar pronto mais rápido! daí você só precisa fermentar 24h e ele já está pronto!
PRONTO!
Existem milhares de receitas e maneiras de fazer Kvass.
Aqui vou colocar um vídeo que mesmo que você não fale russo, vai ver mais uma maneira parecida de fazer Kvass !


17 comentários:

  1. Oi Bárbara, tudo bem?!

    Eu estou fazendo uma receita desta bebida Kvas, pois ficou foi curiosa com a história de tradição e gosto de experimentar coisas diferentes. Fiz as torradas com o pão preto e deixei-as clarinhas, por que gostei mais do kvas claro. Mas agora estou achando que 1kg de pão preto é muito para 6 litros de água. Você mesma faz o pão ou compra ele pronto? Aqui eu coloquei pão da Wickbold. Você poderia me esclarecer. Muito Obrigada. Aliás, este seu blog de receitas é maravilhoso, estou querendo testar muitas delas. Que felicidade!

    ResponderExcluir
  2. Oi Rita... eu fiz com pão caseiro que eu mesma fiz... acho melhor porque você sabe o que que está colocando dentro.. e não tem conservantes.. mas você também pode fazer com pão comprado ;-)
    Se você diminuir a proporção de pão vai ficar com gosto sonso..

    ResponderExcluir
  3. Oi Bárbara,

    tenho uma duvida: depois que eu guardo a massinha, como posso proceder pra fazer um novo kvass? Basta apenas adcionar agua e deixar fermentando? Ou devo colocar mais pao?

    Cada receita aqui dá uma vontade tao gostosa de bagunçar minha cozinha =X
    Algumas ja testei :D

    Этo очень круто!!!
    Parabéns pelo blog!!


    Lucas Bigai
    www.nuvensdeopio.blogpot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. essa massinha tem que "alimentar" toda semana como um fermento caseiro... se bem que eu ainda prefiro fazer do zero ;-)

      Excluir
  4. ai... faz assim:
    faz como antes, com o pão e tal.. só que daí é bom botar 1 xícara da massinha fermentada.. e bota só um pouquinho de fermento por desencargo de consciência....então pode deixar fermentando 1 dia..., mas é bom dar uma olhada, porque varia muito da temperatura do ambiente...
    .
    ah, essa massinha vc bota pãozinho pra ela comer 1 x por semana na geladeira e dá uma misturada... mas não é muito bom guardar ela mais de 1 mês ;-)

    ResponderExcluir
  5. Cara Bárbara:
    Lia receita e vou experimentar. Mas você não acha que a receita leva açúcar demais? Me pergunto como os muito antigos faziam kvass sem açúcar.

    Gustavo

    ResponderExcluir
  6. bárbara,

    Preciso de uma informação: fiz o kvass e ficou magnífico. Gosto de infância... Deixei a base para fazer o próximo, mas a dúvida é: qual a quantidade de pão ???Ponho tudo que sobrou e cubro com água quante de novo e mais fermento???Agradeço pelas receitas e aguardo sua resposta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu trataria ele como se fosse um fermento caseiro de pão... separa só uma parte ... meia xícara...e alimenta ele com mais pão de centeio com água proporção 60:40..., 1 x por semana, retira metade e alimenta... daí faz o kvass no dia seguinte q alimentou o grude ;-)

      Excluir
  7. Oi Bárbara.
    Tentei fazer o Kvass, mas não sei se deu muito certo. Como não sei o gosto, não sei, mas não ficou gostoso não. Acho que o Gosto ficou uma mistura de cerveja encorpada (mas sem alcool e com pouco gás) + yakult + um toque de vinagre. Acho que esse "toque" de vinagre é o que não deu certo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hum... acho que fermentou demais... vai muito também do pão que usa, da temperatura, etc.... o ruim é que é uma "função" ficar abrindo e enfiando canudinho pra puxar um tanto e provar toda hora pra ver como que tá... é meio que no acerto e erro ... tenta fazer só um tantinho com um pão feito em casa e só uva-passa, sem a menta, cassis e raiz forte...

      Excluir
    2. vc fez mt merda

      Excluir
  8. Oi. Eu fiz um kvass, mas não quero fazê-lo com uvas e tal. Vou fazer com pão e agua e usar a criatividade depois. Você acha que estou errado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu acho que dá certo... só que a uva passa ajuda a fermentar ;-)

      Excluir
  9. Barbara, quero fazer o kvass como cerveja.tem a receita?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que é só deixar fermentar mais tempo..., mas se quiser deixar com o amargo da cerveja tem que colocar junto com os outros "temperos" .. flores secas de lúpulo, que você acha em lojas de alimentos naturais ;-)

      Excluir
  10. eu tentei fazer, o gosto ficou normal, porem o teor alcoolico pareceu -mais alto que o esperado,a fermentação encerrou em um dia praticamente, tomei apenas um copo disso, queria saber se há algum problema em tomar ele dessa forma, pois acho que o que atrapalhou foi a temperatura ambiente

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...