sábado, 24 de dezembro de 2011

Receita de Ravioli de Cordeiro

Receita de Ravioli de Cordeiro

Fonte da imagem: vilamundo.org.br

Muito bom!

Essa é uma receita espetacular, feita pelo grande Chef Roberto Ravioli.
Que tal comemorar as festas em grande estilo?
Dá pra fazer de montão e congelar!

Rendimento: 10 porções

Ingredientes

Massa

- 500g de farinha
- 6 ovos (caipira é melhor)
- 1/2 colh. (chá) de tumérico (opcional)

Molho

- 2 colh. (chá) de manteiga
- 10 folhas de sálvia

Recheio

- 500g de paleta de cordeiro, desossada, em cubos
- 1 cebola roxa média picada
- 1 colh. (sopa) de tomilho fresco (5g)
- 1/2 dente de alho picado
- 400ml de vinho Barolo
- sal/pimenta a gosto
- azeite de oliva
- 1,5 litros de caldo de carne
- 1/2 colh. (café) de canela em pó
- 1 talo de alho porró (parte branca) em lâminas
- 1 colh. (sopa) de manteiga
- 100g de espinafre picado
- 100g de mascarpone (ou creme de leite de lata sem soro)

Preparo

Recheio
Doure o alho + cebola + 1/3 do tomilho no azeite e reserve.
Frite o cordeiro na manteiga e adicione a cebola frita que estava reservada + 1/3 do tomilho + canela + vinho.
Vai mexendo e adicionando caldo de carne aos poucos quando começa a secar.
Cozinhe por 40min ~1 hora (vai ficar como se tivesse um creme em volta da carne). Reserve.
Assuste o espinafre no caldo de carne quente, retire e reserve.
Refogue o alho porró + manteiga + 1/3 do tomilho + espinafre + sal + pimenta.
Coloque esse refogado na carne + mascarpone.
Bata tudo no processador até virar um "patê", coloque num prato e ponha na geladeira.
Enquanto o recheio esfria, prepare a massa.
Massa
Misture a farinha com os ovos (e o tumérico se tiver) e sove bem a massa.
Cubra com um plástico filme e deixe descansar uns 20 minutos.
Abra a massa (0,5 mm), pincele gema de ovo (cla a massa), faça bolinhas de recheio (como um brigadeiro) e espalhe pela massa.
Coloque outro pedaço de massa por cima ou dobre parte da massa que deixou sem recheio.
É IMPORTANTE fechar o recheio com a massa bem juntinho para NÃO TER AR dentro do ravioli.
Corte do formato que quiser e cozinhe no caldo de carne por uns 3 minutos.
Escorra bem.
Molho
Em separado, coloque a manteiga com a sálvia no fogo e dê uma fritadinha para saborizar.
Jogue os raviolis lá dentro e misture.
Coloque no Prato.
PRONTO!

Para Congelar: Após cortar os raviolis, coloque-os sobre uma assadeira, com espaço entre eles e leve ao congelador. Depois de estarem congelados, separe em quantas porções desejar e coloque em saquinhos.
Feche com menos ar o possível detro do saquinho e volte ao congelador.
Assim os raviolis congelados duram até 6 meses ;-)

 Fonte da imagem: mesadomes.com
Aqui você pode ver o vídeo do Estrelas, onde o Roberto Ravioli fez esse ravioli maravilhoso ;-)

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Receita de Recheio de Sálvia

Receita de Recheio de Sálvia

Fonte da imagem: outramedicina.com

Esse Recheio é ideal para Assados de Aves, especialmente no fim de ano, quando os pratos requerem um toque especial ;-)
Essa é uma receita tradicional inglesa, à moda antiga, de um recheio que pode tanto servir para rechear Aves, Carneiro, Cabrito, quanto também pode ser assado à parte e servido como acompanhamento...

Rendimento: 6 porções (1 porção = 1/2~1 xícara de recheio por pessoa)

Ingredientes

- miúdos da ave, ou carneiro, etc picados (opcional)
- 1/2 xíc. de manteiga (ou azeite de oliva)
- 2 cebolas grandes picadas
- 4 talos de salsão picados 

 
- 1 maçã azeda, descascada, sem miolo, picadinha OU 1 cenoura grande, descascada e picada
- 1 pão italiano, cortado em cubinhos pequenos  (~500g)
- 2 xíc. de farinha de rosca 
- 1/2 xíc de salsinha fresca picadinha
- 1 e 1/2 colh. (chá) de sálvia desidratada (ou 3 colh. (sopa) de sálvia fresca picada) 
- 1 e 1/2 colh. (chá) de tomilho desidratado
- 1 e 1/2 colh. (chá) de manjerona desidratada (opcional) 
- sal a gosto
- pimenta-do-reino preta moída a gosto 
- 1 ovo grande, batido
- 1 e 1/2 a 1 e 3/4 xíc. de caldo de frango, ou de carne, o quanto for preciso
- 2 colh. (sopa) de manteiga cortada em pedaços

Preparo

Em uma panela, coloque a manteiga (ou azeite) + miúdos (opcional) e frite mexendo.. então adicione a maçã + cebola + salsão e continue mexendo uns 5 minutos, até eles amaciarem. Reserve.
Em uma tigela, misture o pão picado + farinha de rosca + sal + pimenta + todos os temperos.
Por cima, jogue o conteúdo da panela + ovo batido + caldo aos poucos, misturando bem para ficar homogêneo e úmido ao seu gosto.
Ajuste os temperos, caso haja necessidade.
A) Se for rechear, coloque o recheio dentro da carne e onde o recheio ficar exposto, coloque os pedaços de manteiga (vai deixar crocante). Pode assar.
B) Se for fazer em separado, coloque em uma forma untada, adicione um pouquinho a mais de caldo, e coloque os pedaços de manteiga por cima.
Cubra com um papel alumínio e asse a 200C por 40 minutos.
Retire o alumínio e asse em fogo baixo o quanto for necessário - ele vai estufar e ficar crocante por cima e dourado nas bordas.

PRONTO !

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Dieta da Princesa

Dieta da Princesa


Quem não gosta de comer 1/2 frango assado no almoço e ainda por cima emagrecer?
Está aí uma dieta que finalmente faz um pouco de sentido.
É uma dieta combinada e que por ser restritiva em alguns períodos, é aconselhada só para quem quiser perder no máximo 10 quilos.
Ela tem uma primeira fase, de 5 dias, em que a pessoa come só proteínas puras e com baixo teor de gordura. Isso vai fazer a pessoa queimar as reservas de pãozinho e vai forçar o organismo a começar a queimar as gorduras (que são as que vão embora mais difícil)...
Em uma segunda fase, que tem que ser feita 1 semana por quilo que quiser perder, onde vão sendo introduzidos vegetais e um belo de um fígado, para dar uma injeção de vitaminas.
Depois vem uma parte que faz evitar o efeito sanfona, mas que coloca mais comida na mesa, com direito a pãozinho e batatas.
E, por último, uma sugestão de controle, que é fazer 1 dia da semana o cardápio da primeira fase...

O cardápio completo para quem quiser emagrecer à moda francesa está no link a seguir:

Dieta da princesa Papo Feminino

Dieta de Terça e Quinta (ou Segunda e Quarta? ou Terça e Sexta? etc)

Mas se você não está a fim de fazer essas dietas certinhas, todo dia...
o seu caso ainda TEM SOLUÇÃO !!!!
Ficou comprovado em uma experiência nos Estados Unidos que, mulheres que fazem "regime" só 2 vezes por semana (sem chutar o balde nos outros dias), emagrece O DOBRO !!!
 A receita: 2 dias por semana comer: 650 calorias diárias, com os alimentos listados na primeira fase da dieta da princesa (proteínas puras com baixo teor de gordura)..
E o que você perde com isso?? (Porque perder é o que interessa ;-) )
1 Mês de dieta = aprox. -4Kg !!!!

Boa sorte!

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Receita de Pão de Centeio Puro 100%

Receita de Pão de Centeio Puro 100%

muito bom!

O pão de centeio que geralmente é vendido sempre tem um pouco de farinha de trigo pra crescer mais.. mas o pão de centeio PURO tem muitos benefícios!
Ele é muito recomendado em dietas, porque ele enche a barriga e satisfaz com menor quantidade, além de ter o poder cientificamente comprovado de reduzir a probabilidade do desenvolvimento do Diabetes ;-)
A Rússia, Ucrânia, Alemanha, Lituânia e países escandinavos ADORAM um pãozinho preto.. e existem milhares de variações ;-)

Ingredientes

- 4 xíc. de farinha de centeio (e farinha de centeio extra para sovar)
- 350 ml de água morna (não quente, senão mata o fermento)
- 1 colh. (sopa) cheia de manteiga
- 2 colh. (chá) de sal
- 1/4 colh. (chá) de açúcar
- 1 pacotinho de fermento biológico seco (~2 colh. (chá) bem cheias)
- 1 mão de iniciador (opcional) (aquela massinha viva, fermento caseiro, que sobrou do kvass e você guardou na geladeira... ela ajuda a massa crescer mais rápido)
Preparo

Em uma tigela alta, misture a farinha de centeio + sal.
Em um potinho separado, coloque a água morna + açúcar + manteiga + fermento + 1 colh. (chá) de farinha de centeio.
Misture, cubra com um papel e espere uns 5-10 minutos (vai começar a borbulhar).
Abra um buraco no centro da farinha e coloque 1 mão do iniciador (se tiver), se não tiver não tem problema... e daí despeje a mistura de fermento por cima.
Vá misturando até formar a massa.
Se precisar vá adicionando mais farinha aos poucos (o ponto varia bastante dependendo da farinha).
Unte as mãos com óleo para facilitar o manuseio.
Sove bem, polvilhe um pouco de farinha de centeio por cima, cubra com um pano e deixe descansar 1 hora ou até dobrar de volume.
Depois de descansar, sove o pão novamente, faça o formato de pão que preferir (eu fiz redondo), coloque em uma assadeira untada.
Cubra com um pano novamente e deixe descansar mais 1 hora.
Esse tempo de descanso é importante para o pão de centeio puro, porque o amido do centeio é mais difícil de ser quebrado pelo fermento e, por isso, o pão demora mais para crescer.
Depois disso, é só assar o pão bonitão no forno a 200C por uns 40 minutos (é bom espetar com um palito de churrasco pra ver se já está cozido por dentro.. tem que sair limpo).
Pronto!
E fica fofinho! ;-)

domingo, 13 de novembro de 2011

Receita de Cogumelo Assado

Receita de Cogumelo Assado

 muito bom!

          Os ingleses geralmente comem comida COMIDA no café da manhã..., geralmente o "kit-café-da-manhã" é composto de bacon frito + ovos mexidos + feijão num molho de tomate + tomates e champignons assados + torradas/ pãozinho ... , tirando os assados, o resto é bem "light" né... especialmente pro café da manhã...dá pra ver da onde o povo dos Estados Unidos herdou aqueles hábitos alimentares "saudáveis" ...
Então o alvo aqui é o componente que "presta".. rsrs os assados...
          Eu vou passar a receita de lamber os beiços, mas se quiser dá pra fazer mais magrinha a receita...
          Cogumelos são tudo de bom... é uma pena que no Brasil o povo não tem muito o costume de comprar cogumelos frescos e muito menos de inserí-los nos pratos do dia a dia...
          Cogumelos são ótimos pra quem quer perder peso e está de dieta... eles enchem a barriga, ajudam o intestino a funcionar e o melhor.. você pode comer até explodir sem culpa, porque eles tem 0 Calorias... isso mesmo! ZERO vírgula zero,zero, meio. Então... o que engorda é o que você coloca junto com ele...
           Essa receita pode ser feita com qualquer tipo de cogumelo fresco comestível (óbvio)... não vai sair catando cogumelo no jardim senão essa pode ser a sua última refeição... a maioria dos cogumelos são venenosos.. por isso é importante comprar no mercado/feiras... e  não ficar catando por aí.
           Nessa aqui eu usei champignons frescos, mas pode usar shitake, shimeji, etc etc...
E não tenha medo.. pode colocar um monte, porque eles diminuem muito de tamanho... fica menos da metade do que você colocar.

Ingredientes

- cogumelos frescos (bastante)
- salsinha desidratada
- pimenta-do-reino preta moída
- sal
- manteiga (não é margarina)

Preparo

Como eu fiz com champignon, eu aconselho a retirar os cabinhos... o shitake também é bom retirar, porque eles são mais duros e não fica legal.
Lave os cogumelos em água corrente e escorra.
Corte em pedaços (eu cortei em 4 partes cada um).
Coloque os cogumelos na assadeira (pode ser até em formas mais altas, não tem problema).
Por cima deles, espalhe +- igualmente o sal a gosto, a pimenta a gosto e uma boa quantidade de salsinha desidratada.
Agora, corte fatias fininhas de manteiga e coloque com cuidado por cima dos cogumelos (ela vai derreter, aromatizar nos temperos e entrar nos cogumelos).
Coloque no forno a 200C por uns 30-40 minutos ou até os cogumelos ficarem macios.
Eles vão diminuir de tamanho, e o suco deles junto com o resto vai formar um caldo super gostoso no fundo... lembra até um pouco churrasquinho..
Pronto!

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Receita de Sopa Cremosa de Abóbora

Receita de Sopa Cremosa de Abóbora

muito bom!

Ingredientes

- aprox. 1,5 Kg de abóbora descascada, sem sementes, em pedaços
- 1 cebola média picadinha
- 3 dentes de alho picados
- 2 colh. (sopa) de bacon defumado picadinho (toucinho defumado)
- 2 colh. (sopa) de óleo
- 2 folhas de louro
- 1 colh. (chá) de salsinha desidratada
- pimenta-do-reino preta moída a gosto
- cominho em grãos a gosto (dá um gostinho de curry no fundo)
- sal a gosto

Preparo

Em uma panela, coloque a cebola + alho + bacon + óleo + todos os temperos e sal.
Frite mexendo em fogo médio até dar uma dourada.
Junte  os pedaços de abóbora e complete ~ 2/3 do conteúdo com água (não chega a cobrir a abóbora).
Mexa, tampe a panela e deixe cozinhando em fogo médio-baixo até amolecer a abóbora.
(vai demorar uns 20 minutos).
Desligue o fogo e dê uma pré-amassada na abóbora com um garfo.
Retire as folhas de louro e bata todo o conteúdo no liquidificador ou mixer.
Pode servir!
Pronto!

sábado, 29 de outubro de 2011

Receita de Asinha Crocante Especial

Receita de Asinha Crocante Especial

muito bom!

Essa asinha de frango crocante tem um toque inglês especial... ela vem de casaco!
Um casaco de bacon com queijo derretido!

Ingredientes

- 7 asinhas de frango (completas com a coxinha da asa)
- 7 fatias grossas de bacon (toucinho)
- 7 fatias de queijo (eu gosto de usar emental ou cheddar)
- aprox. 1/2 xícara de farinha
- 1 colh. (chá) de salsinha desidratada
- 1/2 colh. (chá) de pimenta vermelha seca moída
- 1 colh. (sopa) de páprica doce em pó
- 1/2 colh. (sopa) de alho em pó ou 3 dentes de alho picados
- 2 colh. (sopa) de óleo ou azeite
- sal a gosto

Preparo

Tempere as asinhas de frango com a salsinha + pimenta + páprica + alho + sal.
Coloque o óleo e misture bem pra ficar besuntado.
Vá colocando a farinha por cima e deixe ela grudar bem por todas as asinhas.
É bom não deixar elameado... coloque farinha pra ficar sequinho.
Coloque as asinhas lado a lado em uma forma retangular.
Por cima de casa asinha coloque 1 fatia boa de bacon.
Por cima de cada fatia de bacon, coloque 1 fatia boa de queijo.
PS: coloque o queijo bem em cima, senão ele pode escorrer todo quando derreter.
Asse em forno a 180C por ~25min ou até que a asinha esteja cozida e o queijo fque dourado.
Pronto!

PS2: fica muito bom acompanhado de purê de batatas ou arroz branco! ;-)

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Receita de Bolo de Nozes Real

Receita de Bolo de Nozes Real

muito bom!

Esse eu garanto! (eu que montei a receita ;-) ) Testado, provado e aprovado!
Eu chamei esse bolo de bolo de nozes real, porque ele REALMENTE tem nozes em TUDO ;-) na massa do bolo e no recheio trufado/cobertura.

Rendimento: 1 bolo de aprox. 30cm x 12cm x 10cm, com 2 camadas de recheio.

Ingredientes

Para a massa

- 125g de manteiga (manteiga mesmo)
- 1 e 1/4 de xíc. de açúcar (250g)
- 1 pitada de sal
- 1 pacotinho de vanilina ( ~1/2 colh. (sobremesa))
- 3 ovos
- 1 e 1/4 de xíc. de farinha
- 1/2 pacotinho de fermento em pó químico (~1/2 colh. (sobremesa))
- 75ml de leite
- 100g de nozes de natal passadas no processador

Para o recheio/cobertura

- 1 lata de leite condensado
- 1 colh. (sopa) de manteiga
- 100g de nozes de natal passadas no processador
- 100g de chocolate branco triturado
- 200ml de creme de leite fresco (do líquido)

Para regar a massa

- mistura de 3 colh. (sopa) de recheio + a mesma quantidade de leite

Preparo

Para a massa
Bater na batedeira até formar um creme claro: manteiga + açúcar + sal + vanilina + os ovos inteiros juntados aos poucos 1 de cada vez.
Misture a farinha + fermento + nozes em uma farinha homogênea.
Junte o leite ao creme feito e misture com uma colher.
Vá colocando a mistura seca aos poucos mexendo com uma colher com cuidado até formar uma passa líquida-pastosa homogênea.
Coloque a massa em uma assadeira retangular média a grande, já coberta com papel manteiga untado.
Asse em forno a 180C até a massa ficar bronzeada e quando espetar um palito ele sair limpo.
Espere amornar, desenforme e corte a massa em 3 partes iguais, no sentido da largura.
Reserve.

Para o recheio/cobertura
Coloque o leite condensado + manteiga em uma panela e leve ao fogo médio-baixo mexendo sempre até começar a desgrudar do fundo.
Junte as nozes, misture rapidamente e desligue o fogo.
Junte os pedaços de chocolate e misture tudo até derreter e ficar bem misturado.
Espere amornar e junte o creme de leite fresco, mexendo bem para ficar um creme homogêneo.

Montagem
Regue os 3 pedaços de bolo com a mistura de 3 colh. (sopa) de recheio misturado com a mesma quantidade de leite.
Monte os pedaços de bolo intercalados com recheio e no final use o resto de recheio para cobrir todo o bolo por fora.
Deixe o bolo descansar para a massa ficar úmida.
PS: (eu particularmente prefiro cobrir o bolo com plástico-filme depois de pronto e deixar da noite para o dia na geladeira... fica muito mais gostoso!)
Pronto!

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Receita de Kvass (Квас) - "Refri de Cerveja, Bebida de Rei"

Receita de Kvass (Квас) - "Refri de Cerveja, Bebida de Rei"

muito bom! testado, provado e aprovado!

O kvass é uma bebida gaseificada, escura, espumante e refrescante. Ele é feito a partir da fermentação do centeio, com açúcar e temperos aromáticos.
Na Ucrânia, Rússia e afins, você pode comprar kvass no supermercado (que já não são tão bons quanto os de antigamente), na sessão de refrigerantes, em feiras livres, na rua, feito em casa por seres mortais..rs.

                                          Fonte da imagem: privet.ru 

História do Kvass

Kvass - uma das melhores bebidas não-alcoólicas. Em sabor e qualidades nutricionais não há igual. Foi inventado há mais de mil anos, e continua popular até os dias de hoje. Na região eslava, a primeira menção escrita do kvass se refere ao ano 989, quando o Príncipe Vladimir de Kiev introduziu à população a cristandade.  "Nos anais da ocasião foi escrito - "Distribua ao povo comida, mel e kvass."
  Bacteriologistas, infectologistas e profissionais de saúde, questionam que o fermentado possui propriedades bactericidas. Em 1913, Sotnikov confirmou a morte de patógenos da febre tifóide e paratifóide na presença de Kvass. Se considerarmos que, em meio aos elementos-traço encontrados no kvass, temos mais de 10 aminoácidos e 8 deles são essenciais, então o valor do kvass se torna ainda mais significativo.  A quantidade de vitaminas no kvass a primeira vista não é muito grande, mas o seu consumo regular traz um efeito positivo.
Fonte da imagem: byaki.net

Uma bebida feita a base de  centeio e malte de cevada, não só tem grandes qualidades de sabor, mas revigora e normaliza os processos metabólicos do corpo. (É uma bebida probiótica).  Os efeitos no corpo são similares aos do kefir, Yakult, Activia e outros produtos lácteos probióticos contendo Lactobacillus acidophilus e Cia. Kvass, como qualquer outro produto de fermentação ácido-láctea, regula as atividades do trato gastrointestinal e evita o aparecimento de microorganismos nocivos, além de aumentar o tônus do corpo, melhorar o metabolismo e ter um efeito positivo no sistema cardiovascular. Essas propriedades curativas são explicadas pela presença do ácido lático, vitaminas, aminoácidos livres, vários açúcares e elementos-traço.
 Kvass ajuda o apetite e tem um valor nutricional alto. Não é a toa que muitos países ocidentais se interessaram pelas receitas do Kvass.
Em uma competição internacional que aconteceu em 1975 na Ioguslávia, um kvass (produzido em Moscou) conseguiu 18 pontos, enquanto que a bem-conhecida Coca-Cola ganhou só 9.8 pontos. Na região eslava, o kvass sempre foi muito apreciado. Ele era fermentado em monastérios e barracas de soldados, hospitais e paradas de viajantes. Em todas as casas, os métodos para se fazer kvass eram tão bem conhecidos como os métodos para se fazer pão.
                                         Fonte da imagem: slavyanskaya-kultura.ru

Os séculos de experiência mostram que o fermentado ajuda a manter a saúde e aumenta as capacidades físicas e mentais. Quando alguém ia fazer algum trabalho braçal, como fazer escavações, moer trigo, cortar lenha, ao invés de levar consigo alguma bebida à base de leite, frutas, eles sempre levavam kvass, porque eles acreditavam que o kvass reduzia a fadiga e dava refrescância. Essas propriedades do kvass foram confirmadas pelos cientistas. A introdução do extrato do malte à dieta de atletas obteve um efeito positivo, especialmente no tônus muscular. Então, bebida à base de extrato de malte permite aos atletas aumentar a performance física, combate a fadiga e aumenta os músculos.
A preparação do kvass em receitas antigas é um processo muito complexo, trabalhoso e demorado. Através do molho dos grãos, sua germinação e abafamento antes da secagem, moagem e cozimento, o procedimento é digno de mais de 70 dias. Mas hoje em dia se pode comprar kvass concentrado, o que torna as coisas muito mais fáceis. Vale a pena consumir o kvass tão frequentemente quanto o possível. 
Pode-se perceber o valor do kvass através dos provérbios e ditados. Aqui vão alguns deles:

"Квас, как хлеб, никогда не надоедает"- "Kvass é como pão, nunca se enjoa"
"И худой квас лучше хорошей воды"- "Um kvass mal-feito é melhor que água boa"
"Щи с мясом, а нет - так хлеб с квасом"-"Sopa de repolho e carne, se não tiver - então vai pão e kvass" "Кабы хлеб да квас, так и все у нас"- "Se tivermos pão e kvass, temos tudo o que precisamos"

Fonte da imagem: kachestvo.ru
 
Fermentar kvass era uma necessidade em todas as casas antigamente. Através da literatura é sabido que a arte de fazer um kvass delicioso, aromático e adocicado já era conhecida pelos eslavos orientais muito antes da formação do império kievo-russo. Artesãos fizeram muitas variedades de kvass. Até mesmo os mais básicos são difíceis de enumerar. A presença do kvass indicava o bem-estar da casa, da força e sustentabilidade da vida de quem morava ali. Já dizia o poema de Sergei Esenin chamado "Anna Snegina" onde ele escreve: "Todos tem janelas pintadas, carne e kvass nas férias". Pushkin expressou o valor do kvass: "Se fermenta tanto quanto o ar é necessário."

No século passado os russos não conseguiam viver sem kvass. Kvass era bebido durante o trabalho, depois do trabalho, antes e após as refeições (praticamente como o cafezinho brasileiro). Kvass era bebido todos os dias.

Mas vamos à receita que é o que interessa: para fazer 6 litros de Kvass:

Ingredientes

- 1 Kg de pão de centeio (pão preto)
- 6 litros de água fervente
- 30g de fermento biológico seco ou 1 e 1/2 tablete de fermento biológico fresco
- 125g de açúcar normal
- 125g de açúcar mascavo
- 50g de uvas-passa
- 5 ramos de menta/hortelã (opcional)
- 5 folhas de cassis-preto (opcional)
- 20 g de raíz forte picada (opcional)
- 5 colh. (sopa) de mel

Preparo

Corte o pão em palitos (como batata-frita).
Coloque espalhado numa assadeira e deixe no forno em fogo baixo até que vire uma torrada bem moreninha (mas não queime senão fica amargo).

Coloque as torradas no recipiente onde a bebida será fermentada (NÃO pode ser recipiente metálico).
Adicione 6 colh. (sopa) do açúcar, jogue toda a água fervente por cima e dê uma misturada (não esmague o pão).
Espere a mistura amornar até uma temperatura de ~37C.(se for muito quente o fermento morre)
Adicione o fermento biológico e misture.
Feche o recipiente e deixe descansar 2 dias em local morno à sombra.

Depois de ter descansado, abra o recipiente, peneire com um filó bem fininho para separar o líquido da massa fermentada. (reserve a massa fermentada)
Coloque o resto do açúcar e adicione os temperos.
Depois de uns minutos a reação já começa.

Misture bem, feche novamente e deixe descansar umas 8 horas (da noite para o dia, ou dia para a noite).
Abra o recipiente e engarrafe o kvass junto com os temperos e leve à geladeira.
Depois de gelado pode tomar!

PS: se tiver muito quente ou fermentar demais, ele pode virar cerveja. 
Normalmente, como o Kvass vem do processo de fermentação, ele vai ter em torno de 1-2% de teor alcoólico. Dentro da geladeira, o kvass dura até 4-5 dias (mas duvido que não acabe antes).
PS2: a massa fermentada que você coou, você pode colocar num potinho e guardar na geladeira.
Esse é o melhor fermento para se fazer kvass. Usa-se em maior quantidade que o fermento comum, mas a cada fermentação a massa do kvass produz uma bebida mais saborosa.
Se não for reutilizado, a cada 1 mês é preciso "alimentar" a sua massinha para ela não morrer. Coloque mais pãozinho picado e/ou um pouquinho de açúcar e misture.
Sua massinha viva é sua fonte eterna de kvass, e ela faz o kvass ficar pronto mais rápido! daí você só precisa fermentar 24h e ele já está pronto!
PRONTO!
Existem milhares de receitas e maneiras de fazer Kvass.
Aqui vou colocar um vídeo que mesmo que você não fale russo, vai ver mais uma maneira parecida de fazer Kvass !


domingo, 25 de setembro de 2011

Receita de Stollen de Dresden (Dresdner Stollen)

Receita de Stollen de Dresden (Dresdner Stollen)

muito bom!

O Stollen de Dresden é um pão de frutas amanteigado, com casquinha crocante amanteigada, de tradição centenária, famoso, cobiçado e delicioso!
Geralmente ele é mais consumido na época do natal.
O Stollenfest é realizado em Dresden (Alemanha) desde 1474. Com a queda da monarquia em 1918 ele parou de ser realizado, mas desde 1994 eles retomaram a festança, que é claro, é um sucesso ;-)
A massa desse stollen praticamente não vai açúcar, por isso, a cobertura dele com bastante açúcar de confeiteiro ou com uma camada boa da nossa receita de fondant http://coisinhasdabarbara.blogspot.com/2010/04/receita-de-fondant.html
é realmente necessária e faz a diferença.. ela aumenta o sabor dos outros ingredientes ;-)

Ingredientes

Para 2 Stollen bem grandes

- 250 ml de leite
- 1 kg  de farinha + farinha para sovar
- 1 e 1/2 tablete ~ 62 g de fermento biológico fresco
- 150 g  de açúcar
- 150 g  de casca de limão cristalizada
- 750 g  de uvas passas brancas
- 70 ml  de Rum
- 600 g  de manteiga
- 125 g  de banha
- raspas de 1 limão
- 2 pitadas de Sal
- 250 g de amêndoas picadas
- 1 pitada  de noz moscada
-  papel manteiga
- açúcar de confeiteiro para polvilhar ou fondant

Preparo

Faça uma esponjinha com 62ml do leite morno + fermento + 2 colh. (chá) do açúcar + uma parte da farinha. Misture e deixe crescer uns 15 min em um potinho coberto.
Coloque as uvas-passas no rum e reserve.
Passe as frutas cristalizadas em um pouco de farinha.
Em uma panela, derreta 400g da manteiga + banha e deixe amornar.
Junte na panela as frutas cristalizadas + amêndoas + uvas-passas com o rum + resto do açúcar + sal + raspas de limão + noz moscada + resto do leite e misture.
Na tigela grande: Coloque o resto da farinha, faça um buraco no meio e coloque a esponja + as coisas da panela.
Misture tudo muito bem (com as mãos ou com as pás de massa da batedeira).
Deixe a massa descansar 30 min em local morno, enfarinhado e coberto com um pano.
Sove a massa muito bem até ela ficar com consistência uniforme e sedosa.
Divida a massa em 2 partes.
Faça um rolo e aperte fara fazer um retângulo de ~32.5 cm X 35cm com cada uma das partes.
Coloque o menor lado do retângulo virado para você.
Pegue as laterais compridas e dobre a massa para que as laterais se juntem no centro.
Dê uma leve pressionada. (Isso vai dar o típico formato do stollen, que quando você corta, ele parece que tem duas orelhinhas).
Coloque cada stollen em uma forma coberta com papel manteiga.
Cubra com um pano e deixe descansar mais 20 min.
Pré-aqueça o forno a 180C.
Asse cada stollen por 1 hora.
(tem q ser nessa temperatura mais baixa e por esse tempo, porque a massa é pesada e precisa cozinhar por dentro por igual).
Quando sair do forno, passe por cima do stollen o resto da manteiga derretida e polvilhe o açúcar de confeiteiro ( ou coloque uma bela camada generosa de fondant).
Pronto!

sábado, 10 de setembro de 2011

Receita de Arroz de Côco

Receita de Arroz de Côco
Fonte das imagens: chefinyou.com
muito bom!

Essa é uma receita do sul da India, que serve de ótimo acompanhamento para pratos com curry, frutos do mar, pratos com gengibre, etc...

Ingredientes


  • - 1 xíc. de arroz cozido (Basmati é melhor) com grãos separados (resto de arroz também serve!)
  • - ~ 1 e 1/2 xíc. de côco fresco ralado na hora 
  • - 1 colh. (sopa) de óleo de côco ou manteiga ghee
  • - 2 colh. (sopa) de gram preta partida  (urad dal) 
  • - 2 colh. (sopa) de gram bengali (channa dal) (lentilha amarela), de molho em água morna por 10 min.
  • - 3-4 pimentinhas vermelhas secas (ou a gosto)
  • - 1 colh. (sopa) de semente de mostarda 
  • - 1/4 colh. (sopa) pó de asafoetida
  • - ~15 folhas de curry
  • - castanhas de caju (umas 2 mãos cheias)
  • - sal a gosto (bem pouco, se colocar)

Preparo

Em uma frigideira, frite: óleo + folhas de curry + gram preta + gram bengali já escorrida + pimenta + castanha de caju + pó de asafoetida + sal.

Quando a lentilha tiver amarronzada e a castanha tostada, junte o côco ralado e misture uns 5-10 min. ou até o côco começar a ficar moreninho claro.

Junte o arroz e misture bem.

Sirva quente.
Pronto!


segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Receita de Frango Caribenho com Arroz de Abacaxi

Receita de Frango Caribenho com Arroz de Abacaxi

Fonte da imagem: weightwatchers.co.uk
fresquinho!

Ingredientes

para o frango
- 1 colh. (sopa) de açúcar mascavo
- 1 colh. (chá) de pimenta-do-reino preta em pó
- 1 colh. (chá) de tomilho seco
- 1 colh. (chá) de cominho em pó
- 1 colh. (chá) de páprica doce em pó
- 1/2 colh. (chá) de pimenta vermelha seca moída
- 1/2 colh. (chá) de noz moscada moída
- 3 dentes de alho picados
- sal a gosto
- 4 metades de peito de frango sem pele e sem osso
para o arroz
- 1 xíc. de arroz cru
- 1 e 1/2 xíc. de água
- 1 copo de abacaxi picado ou 1 lata de abacaxi com caldo
- 2 colh. (sopa) de coentro fresco picadinho (as folhas)
- 1 colh. (chá) de azeite
- 2 dentes de alho picados
- sal e pimenta a gosto

Preparo

para o frango
Misture bem todos os temperos do frango em uma tigela.
Passe essa mistura na carne.
Coloque o frango temperado no forno pré-aquecido a 180C.
Asse uns 30 minutos. O frango tem q ficar suculento, mas cozido por dentro e moreninho por fora.
Retire e reserve.
para o arroz
Frite o alho no azeite, junto com o sal e a pimenta para aromatizar.
Coloque o arroz, dê uma mexida e coloque a água.
Misture, e deixe cozinhando em fogo baixo uns 20 minutos ou até fique macio.
Retire do fogo, adicione o coentro e a abacaxi picadinho e misture bem.
Também pode juntar o caldo do abacaxi a gosto.
Coloque no prato com o frango.
Também vai bem com um limãozinho ;-)
Pronto!

sábado, 6 de agosto de 2011

Receita de Krupuk - Chips de Camarão

Receita de Krupuk - Chips de Camarão
Fonte da imagem:hungerhunger.blogspot.com
dá trabalho, mas pode fazer bastante e estocar!

Krupukkerupuk, or kroepoek na Indonésia; keropok na Malásia; kropek nas Filipinas; bánh phồng tôm no Vietnan; 炸庀虾片 na China. esse petisco é muito popular no oriente e no sul asiático.
 Fonte da imagem: wikipedia.org
Quem já passou por lojas de artigos asiáticos, já deve ter visto pacotinhos de chips de camarão, lula, prontos ou para fritar.. e que, no Brasil custam os olhos da cara mais o das costas ("a velha história dos importados")...
Mas os seus problemas acabaram! Agora você pode fazer em casa! (e quem sabe vender para tirar um extra?)
É o tipo de coisa que quando se põe na frente, não se consegue parar de comer a menos que acabe... e vai bem com uma cervejinha :-D

Ingredientes

- 600g de camarões pequenos (frescos, limpos e sem casca)
- 600g de polvilho doce (tapioca flour)
- 1 colh.(chá) de sal (é melhor ir colocando aos poucos e provando)
- 1 colh.(chá) de pimenta-do-reino branca em pó (ir colocando e provando)
opcional: folhas de bananeira para dar aroma
PS: depois de misturar a massa, se achar sonso, pode adicionar tablete de caldo de camarão a gosto

Preparo

Resumindo, mói - mistura tudo - cozinha - descansa - corta - seca - frita ou guarda.

Moer o camarão no processador até virar uma pasta.
Na tigela da batedeira, coloque o camarão moído + resto dos ingredientes (exceto a folha de bananeira).
Bater com o gancho de massa aprox. 8 minutos.
Se a massa não estiver juntando, adicione 1/2 colh. (sopa) de água... se estiver muito mole, coloque um pouquinho mais de polvilho.
Prove a massinha. Se estiver meio sonsa, coloque mais tempero.
Lembre-se de que depois de fritar, os chips vão ficar MENOS salgado ainda.
Ponha a massa em uma superfície e sove até ficar bem macia (uns 10 minutos) - quando você apertar a massa vai parecer como se estivesse apertando o seu braço, macio mas firme (a menos que você tenha mais de 60 anos!).
Se a massa estiver dura, molhe as mãos e sove novamente. PS: se amassa estiver muito dura/seca, ela vai rachar quando estiver secando e depois de fritar vai ficar seca (embatumada).
Separe a massa em 2 partes e faça 2 cilindros compridos,com as pontas retas (NÃO PODE  ter ar dentro da massa!).
Cozinhe no vapor médio alto (banho-maria) com a água fervendo por 01h:15min (ou 1 hora se os rolinhos forem mais finos)  - se tiver a folha de bananeira, coloque ela por baixo da massa (vai dar aroma), se não tiver, coloque um papel alumínio por baixo.
Fonte da imagem:hungerhunger.blogspot.com
O vapor não pode ser no máximo, senão a massa vai rachar. Tem que deixar um espacinho para sair o excesso de vapor (se fosse feito naquelas panelinhas de bambu com tampa seria o ideal..mas como a gente é pobre..rsrs) faz um banho-maria dentro de uma panela e deixa semi fechado com uma tampa enrolada no pano de prato.. daí a água que condensa não cai na massa... senão vira uma gosma).
Fonte da imagem:hungerhunger.blogspot.com
Quando estiverem cozidos, deixe esfriar e embale em uma toalha ou alumínio e coloque na geladeira para firmar - DEIXE DA NOITE PARA O DIA.
No dia seguinte, retire a massa da geladeira e deixe descansar 30 minutos, para ficar em temperatura ambiente.
Pegue a massa e fatie em rodelas fininhas (com o fatiador de mão - aquele ralador q tem buracos diferentes, um para cada coisa).. se não tiver, pode fatiar na raça.. mas é mais complicado.
As rodelas precisam ser fininhas, senão os chips não vão estufar direito quando fritar.
Fonte da imagem:hungerhunger.blogspot.com
Coloque as rodelas sobre uma superfície de metal, ou grelha, e leve para secar no sol..
(no sol tropical, deixar 2 dias secando antes de fritar- elas dão uma enrolada).
Fonte da imagem:hungerhunger.blogspot.com
Agora que você fez um monte e tá tudo sequinho, você pode guardar em um pote bem fechado e ir fritando aos poucos quando der vontade :-)
Frite em uma panela com bastante óleo quente, deixando os chips mergulhados para estufar bastante.
Se quiser, pegue algumas rodelas e coloque por menos de 1 minuto no microondas... fica bem mais light e faz menos bagunça... só que pode alterar o sabor da massa...
Fonte da imagem:hungerhunger.blogspot.com
e, finalmente... Pronto!

PS: você pode fazer de lula, de peixe, de bacon (baconzitos).. é só seguir a mesma proporção :-D

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Receita de Torradas com Uva-Passa e Nozes

Receita de Torradas com Uva-Passa e Nozes
Fonte das imagens: good-cook.ru
muito bom!

Num dia de frio (ou não) aquela chuvinha lá fora.. nada melhor do que umas torradinhas adocicadas pra acompanhar um chá ou café :-D
Receita 100% russa.. os caras entendem de acompanhamentos para a hora do chá :-)

Ingredientes

- 100g de manteiga
- 2 ovos
- 1/2 xíc. de açúcar
- 2 xíc. de farinha
- 1 colh. (chá) de fermento químico em pó (pó royal)
- 1 pacotinho de vanilina (~1 colh. chá)
- 1 pitada de sal
- 100g de uvas-passa
- 50g de nozes de natal picadas grande

Preparo

Bata os ovos + açúcar + vanilina até clarear e dobrar de tamanho.
Adicione aos poucos a manteiga derretida (mas já em temperatura ambiente) + sal.
Misture o fermento na farinha + passas + nozes.
Junte tudo à mistura feitacom a manteiga.
A massa vai ficar bem grudenta.

Unte bem as mãos e modele a massa em forma de cilindro.
Coloque em uma assadeira coberta com papel manteiga untado.

Asse no forno a 180~200C durante 15~20 min. (até a massa ficar levemente dourada em cima)
Cubra o pão com um papel aluínio e deixe assando mais ~20min.
Retire do forno e deixe dar uma amornada (~5min).
Corte com uma faca serrada em fatias com NÃO MAIS DO QUE 1,5 CM de grossura.

Deite as fatias de ladinho em cima da mesma forma com papel manteiga.
Coloque novamente no forno, mas dessa vez na temperatura de 110~140C, durante 20~30 minutos.
Pronto!
Pode comer!

domingo, 31 de julho de 2011

Receita-Base e História da Polenta

Receita-Base e História da Polenta
Fonte das imagens: cucinaitaliana.info
bom e barato!!!

Vamos Iniciar hoje o FESTIVAL DA POLENTA !
Todas as receitas são 100% italianas e a maioria tradicionalíssimas :-D

História e Tradição

polenta é uma receita típica da Itália Setentrional e particularmente, da Valtellina, onde a tradição da polenta é muito rica e difundida.
Sempre definida como o "prato dos pobres" a polenta é a base de muitas das receitas típicas valtelinenses, graças à sua bondade e simplicidade: a polenta, de fato, não é outra coisa senão um impasto de água e farinha de cereais, cozidos em um tacho.
Ao contrário do que se pensa, a polenta não é feita somente com a farinha de milho, mas pode ser preparada com uma grande variedade de cereais e até mesmo com castanhas.
As origens da polenta afundam as suas raízes na antiguidade, ao período no qual Cristóvão Colombo, retornando das Américas, trouxe consigo uma planta até o momento nunca vista na Europa: o milho.
Colombo explicou que os Indígenas das américas costumavam preparar uma espécie de composto a base de farinha de milho e água, que era cozido e enriquecido com molhos, legumes, carnes ou queijos.
Uma vez cultivado, o pé de milho crescia muito prosperoso na parte norte da península italiana e justamente por essa abundância, junto ao baixo custo, se tornou o alimento preferido dos pobres e sobretudo dos camponeses que o cultivavam.
Como a polenta tem um sabor muito "neutro", facilmente adaptável, os camponeses encontraram milhares de variações para combinar com esse alimento, muito nutriente e pouco custo, com outros pratos já existentes.
Realmente, com o passar do tempo, a polenta ocupou o posto de "o pão mais estimado" da alimentação dos camponeses.
Em um momento, a polenta se tornou um prato tão comum, que em alguns lugares não se comia outra coisa. Durante a epidemia de pelagra (doença causada por falta de niacina), descobriram  que as pessoas que se nutriam só de polenta, sem nenhum acompanhamento ou qualquer outro alimento, adoeciam por causa da carência de nutrientes que preveniam o aparecimento da doença (vitamina PP - Preventiva de Pelagra). 
Hoje em dia, as receitas a base de polenta que foram transmitidas por nossos colegas alpinos, são realmente muitas e todas deliciosas: da polenta frita à polenta e osei (doce  de polenta com marzipan, chocolate branco, geléia de damasco, avelãs e curaçao), para terminar com os famosos  polentas concia (com queijo, em forma de lasanha) e taranha (com trigo sarraceno misturado).

Conselho

Esse prato vai bem acompanhado de carne, verduras, peixes e molhos variados, todos frutos da fantasia popular.
Para preparar a polenta verdadeira, além dos ingredientes genuínos, precisaria ter também a instrumentação:  os instrumentos mais importantes são o tacho que, segundo a tradição, deve ser absolutamente de cobre e o tradicional misturador para girar a polenta.
Uma coisa não menos importante, é o modo de cortar a polenta que deve ser fatiada com um fio de algodão cozido, que se segura entre os dedos e se afunda na polenta para fazer um corte reto, limpo e preciso.

Curiosidade

A polenta, além de ser prato muito amado na alta Itália, também é muito apreciado no exterior onde estão presentes muitas variantes desta receita.
Entre as regiões onde é mais difundida, temos a Suíça, a Áustria e a Croacia, onde a polenta se chama  "palenta" ou "pura", na Eslovênia e na Sérvia, ela é chamada de "palenta", na Romênia, "mamaliga", na Bulgária e na Córsega, tem o nome de "pulenta", na Argentina, Brasil e no México, pode ser chmada de "angu". 
Agora vamos às receitas-base.
1- Existem 4 tipos básicos de polenta: a de fubá mimoso (fioretto), a de "polenta" farinha mais granulada, a polenta taragna, que vai farinha de trigo sarraceno misturado e a polenta branca (de fubá branco).
2- Para a polenta ficar "digerível" ao nosso estômago, ela TEM que ser cozida pelo menos 45 minutos.
PS: é preferível pecar por cozinhar a mais do que de menos.

Polenta de Fioretto (fubá mimoso)
delicada e elástica

Ingredientes (para 4 pessoas)

- 500g de fubá mimoso (farinha de milho fina)
- 4 colh. (sopa) de azeite de oliva
- 3 litros de água
- sal a gosto (CUIDADO para não salgar demais)

Preparo

Se for usar tacho de cobre, tem que polir com sal grosso e vinagre antes.
Na água já fervendo, coloque o sal (o certo seria o sal grosso e esperar diluir).
Ir jogando o fubá aos poucos, mexendo sempre para não formar grumos (recomendo ir peneirando porque essa parte é uma nhaca).
Misture bem com uma colher de pau por 5 minutos.
Coloque em fogo médio-baixo.
Se tiver, coloque o misturador elétrico agora.
Se for pobre que nem eu, continue mexendo com a colher de pau em círculos, devagar e em moventos constantes, por mais 45 minutos (ISSO É CRUCIAL).
Quando a polenta grudar na colher como um brigadeiro pronto é o ponto. (geralmente vai começar a formar uma crosta nas bordas).

5 minutos antes de terminar, adicione o azeite, acerte o sal e misture bem (isso vai deixar ela mais elástica).
Despeje a polenta em um tabuleiro de madeira.
Quando quente é mais líquida, se esperar esfriar ela endurece e pode cortar em fatias.
Pronto!
PS: se jogar água fria na panela suja em seguida, o choque térmico faz a crosta de polenta do fundo soltar todinha. :-D

Para os outros tipos de polenta, o preparo é semelhante, mas as QUANTIDADES dos ingredientes são DIFERENTES!

Polenta Amarela Comum

Ingredientes

- 500g de farinha de polenta (de milho mais granulado)
- 4 litros de água
- sal a gosto

Preparo: o mesmo da de fubá.
PS: essa polenta é mais consistente, por isso é o tipo ideal para se usar em crostini e enformados.
Pronto!

Polenta Taragna

Ingredientes

- 300g de fubá mimoso
- 200g de farinha de trigo sarraceno
- 5~7 litros de água
- sal a gosto

Preparo: o mesmo, mas...
- essa polenta precisa MESMO misturar direto.
- se for colocar mais sal, dissolva em água quente antes, senão ele não vai se misturar direito.
- se tiver ficando muito seca, pode colocar um pouquinho de água.. e no final, 1 fio de azeite se quiser q fique mais elástica.
- esse tipo de polenta é melhor virar em um refratário.
Pronto!
PS: esse tipo de polenta fica ótimo com queijos!

Polenta Branca

Ingredientes

- 500g de fubá mimoso BRANCO
- 4 colh. (sopa) de azeite de oliva
- 5 litros de água
- sal a gosto

Preparo: o mesmo
PS: essa polenta é mais adocicada e delicada, ideal para acompanhar peixes.
Pronto!

" e mangia che le fa bene!"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...